sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 9.000 civis morreram em ataques aéreos nos últimos 22 meses

Ataque perto da cidade síria de Damasco, onde várias pessoas morreram.

Pelo menos 9.307 civis morreram e 49.000 ficaram feridos em bombardeamentos da aviação síria em 13 províncias do país nos últimos 22 meses, segundo estatísticas divulgadas pelo Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

Das mais de nove mil pessoas que morreram no período entre 20 de outubro de 2014 até esta madrugada 1.992 eram menores e 1.327 mulheres.

Estes ataques aéreos provocaram também a morte a 5.244 combatentes de grupos armados islamitas, incluindo a organização jihadista Daesh.

Durante o período analisado, os caças e helicópteros do exército sírio realizaram, segundo o Observatório, pelo menos 64.455 bombardeamentos em Damasco e nos seus subúrbios, Alepo (norte), Homs (oeste) e Deraa (sul).

A única província que escapou aos ataques aéreos foi Tartus, junto à costa mediterrânica e feudo governamental.

O Observatório tem vindo a contar os bombardeamentos desde 20 de outubro de 2014, porque desde essa altura houve um aumento deste tipo de ataques.

A Organização Não-Governamental (ONG) anunciou ainda que os bombardeamentos da aviação russa mataram 8.139 pessoas desde finais de setembro do ano passado.

Entre estas vítimas, 3.089 eram civis, 743 menores, 2.574 eram combatentes do Daesh e 2.476 membros de outros grupos que lutam contra o regime sírio.

Lusa

  • Autarca e duas jornalistas mortas a tiro na Finlândia 

    Mundo

    A presidente da Câmara de Imatra, na Finlândia, e duas jornalistas foram mortas a tiro na noite passada, na pequena cidade do sudeste do país. O incidente aconteceu junto a um restaurante e a polícia chegou ao local pouco depois dos disparos. Um suspeito de 23 anos já foi detido.

  • Avião da Qatar Airways aterra de emergência nas Lajes
    0:47

    País

    Aterrou de emergência nos Açores, esta manhã, um avião da Qatar Airways. A turbulência obrigou à manobra que causou pelo menos 10 feridos nos passageiro do avião que fazia ligação de Washington para Doha, capital do Qatar, e foi desviado para a base aérea das Lajes. Os passageiros desembarcaram, como registou no Twitter um jornalista da Al-Jazzera que seguia a bordo. Segundo este depoimento, uma pessoa foi levada para o hospital com problemas cardíacos.

  • Óscar do turismo para empresa que gere património de Sintra
    1:51

    Cultura

    A Parques de Sintra ganhou, pelo quarto ano consecutivo, os World Travel Awards na categoria de "Melhor Empresa de Conservação do Mundo". A empresa portuguesa, que gere monumentos, parques e jardins situados na zona da Paisagem Cultural de Sintra e em Queluz, voltou a ser a única nomeada europeia na categoria, e foi a vencedora entre candidatos de todo o mundo.

  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.