sicnot

Perfil

Mundo

Alemanha quer cidadãos a armazenar alimentos e água

© Valentyn Ogirenko / Reuters

Pela primeira vez desde a Guerra Fria, a Alemanha poderá aconselhar a população a ter reservas de alimentos e de água em caso de guerra ou catástrofe, segundo noticiaram os media alemães e internacionais esta terça-feira.

Esta recomendação consta num plano de defesa civil que será apresentado na quarta-feira pelo ministro do Interior alemão, Thomas de Maizière, e analisado durante o conselho de ministros em Berlim.

Segundo o site alemão Frankfurter Allgemeine (FAZ), o documento interno do Ministério do Interior, de 69 páginas, admite que "um ataque em território alemão, exigindo uma defesa convencional da nação, é improvável".

O texto realça no entanto, de acordo com o 'site' alemão, que uma eventual grande ameaça para a segurança do país no futuro não pode ser excluída e como tal as medidas de defesa civil são necessárias.

Nesse sentido, e de acordo com o documento interno, os cidadãos são aconselhados a armazenar comida para 10 dias, bem como a ter reservas de água para cinco dias, cerca de dois litros de água diários por pessoa.

Alguns deputados dos partidos da oposição alemã afirmaram que a divulgação deste novo plano de defesa civil antes da sua apresentação e análise em conselho de ministros era alarmista.

Após a divulgação desta informação, os alemães começaram a reagir nas redes sociais, nomeadamente na rede social Twitter, com mensagens e imagens sobre uma eventual corrida desenfreada aos supermercados por parte dos consumidores.

Este novo plano de defesa civil alemão também prevê a possibilidade de reintrodução do serviço militar obrigatório em circunstâncias especiais.

Lusa

  • "Só numa ditadura é possível tentar esconder o número de vítimas"
    0:51

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O primeiro-ministro diz que é "lamentável" a tentativa de aproveitamento político à volta dos incêndios. António Costa esteve esta quarta-feira à tarde na Autoridade Nacional de Proteção Civil e, no final do briefing, disse que é preciso confiança nas instituições do Estado. O primeiro-ministro deixou ainda muitas críticas à oposição no caso da lista de vítimas de Pedrógão Grande.

  • Sociedade de Pneumologia recomenda cuidados com calor e incêndios

    País

    A Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) alertou esta quarta-feira para os riscos respiratórios decorrentes dos incêndios e temperaturas elevadas, sobretudo para quem sofre de doenças crónicas, propondo medidas preventivas e recordando o aumento de mortalidade associado ao calor.

  • E os 10 mais ricos de Portugal são...

    Economia

    A família Amorim lidera a lista dos mais ricos do país, com uma fortuna avaliada em 3840 milhões de euros. Em segundo lugar surge Alexandre Soares dos Santos com 2532 milhões de euros. A família Guimarães de Mello ainda entra para o top 3, com um valor de 1471 milhões de euros. A lista foi elaborada pela revista EXAME, que conclui que os ricos estão ainda mais ricos, pela quarta vez consecutiva.

    Bárbara Ferreira

  • "Estou grávida! Estou a morrer!"
    1:14
  • Mulher vive sozinha numa ilha há 40 anos

    Mundo

    Zoe Lucas é a única pessoa a viver numa ilha canadiana, no norte do Atlântico. Nas últimas quatro décadas, a mulher de 67 tem partilhado a ilha Sable com cerca de 400 cavalos selvagens e 350 espécies de pássaros.