sicnot

Perfil

Mundo

Centenas de agricultores franceses protestam contra o maior produtor leiteiro mundial

Várias centenas de agricultores franceses estão em protesto, organizados em turnos, desde segunda-feira à noite em frente a uma fábrica do grupo Lactalis, o maior produtor leiteiro mundial, em Laval (centro).

"Prometeram-nos mais de 300 euros por cada mil litros de leite e estamos longe disso", afirmou à AFP Pierre, de 20 anos, que abriu a sua exploração de leite recentemente. Este jovem produtor de leite acumula já 200 mil euros em dívidas, diz que vive com 400 euros mensais e que não vê "nenhuma melhoria".

O preço praticado pelo gigante leiteiro, que emprega um em cada cinco produtores em França, era de 257 euros por cada mil litros em julho deste ano contra os 363 euros pagos pela mesma quantidade de leite em julho de 2014, sendo que o preço de produção médio está estimado em cerca de 350 euros por cada mil litros.

A Lactalis, que teve um volume de negócios de 17 mil milhões de euros em 2014, justifica o preço agora praticado com uma "crise de sobre produção".

Os representantes das organizações dos produtores de leite e a Lactalis devem reunir-se na quinta-feira em Paris, anunciou esta terça-feira a vice-presidente do maior sindicado agrícola francês, o FNSEA, Christiane Lambert.

No entanto, de acordo com a sindicalista, a manifestação na fábrica da Lactalis vai continuar: "Em função do resultado da reunião, logo veremos", afirmou.

O fim das quotas leiteiras impostas aos países europeus, em abril do ano passado, fez com que a produção aumentasse fortemente em todos os países produtores de leite. Na mesma altura, o consumo abrandou muito em todo o mundo, devido à queda da procura na China e ao embargo russo sobre os produtos agroalimentares.

A consequência desta sobre produção ao mesmo tempo que caiu o consumo foi uma queda generalizada dos preços a nível mundial.

Além das suas conhecidas marcas de leite para consumo (Lactel), de queijo e manteiga (Bridel, Président, Lanquetot e Roquefort Société), o grupo Lactalis participou numa OPA hostil sobre o gigante italiano do agroalimentar Parmalat.

Lusa

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.