sicnot

Perfil

Mundo

EUA confirmam pedido formal da Turquia para a extradição de Gulen

Os Estados Unidos confirmaram esta terça-feira que receberam um pedido formal da Turquia para a extradição do clérigo turco Fethullah Gulen, que Ancara acusa de ter instigado o falhado golpe de Estado de 15 de julho.

"Confirmamos que a Turquia pediu a extradição de Gullen", disse hoje, na conferência de imprensa diária, o porta-voz do Departamento de Estado, Mark Toner.

Mark Toner assegurou que o "pedido de extradição não se refere à tentativa de golpe de Estado", mas recusou detalhar quais os motivos pelos quais Ancara pediu a extradição.

O fundador do poderoso Movimento Gulen (Hizmet), com milhões de seguidores na Turquia, entrou em rutura, em 2013, com o Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, e o seu Partido da Justiça e Desenvolvimento (AKP, no poder desde 2002), que apoiou na fase inicial da sua ascensão.

Seguiu-se uma dramática luta pelo poder e o início da repressão ao Hizmet no país -- acusado por Erdogan de pretender construir um "Estado paralelo" -- através do encerramento de dezenas de escolas e processos judiciais contra figuras políticas e militares associadas a este movimento.

O Governo turco descreve agora o Movimento Gulen como Organização Terrorista Fethullah Gulen.

"Houve um período de avaliação e determinamos que há um pedido formal", afirmou Mark Toner.

A confirmação do pedido de extradição pelos Estados Unidos ocorre um dia antes do vice-presidente norte-americano, Joe Biden, realizar uma viagem a Ancara, onde deverá reunir-se com Recep Tayyip Erdogan.

O clérigo turco, que reside na Pensilvânia desde 1999, tem negado qualquer envolvimento na tentativa de golpe de Estado.

Lusa

  • As IPSS são estruturantes no país. Fazem o que Estado não faz porque não pode, não quer, ou não chega a tudo. Chama-se sociedade civil a funcionar. E o Estado subsidia, ajuda, (com)participa, apoia. Nada contra. A questão é quando as IPSS e outras instituições, fundações, associações, federações e quejandas se tornam verdadeiras "indústrias".

    Pedro Cruz

  • O ano "saboroso" de António Costa
    0:51

    País

    António Costa diz que 2017 foi um ano "saboroso" para Portugal. Num encontro com funcionários portugueses, em Bruxelas, antes do Conselho Europeu desta quinta-feira, o primeiro-ministro realçou o que o país conquistou no último ano, no plano europeu, e que culminou com a eleição de Mário Centeno para a Presidência do Eurogrupo.

  • Os Simpsons já sabiam em 1998 que a Fox iria pertencer à Disney

    Cultura

    Os Simpsons acertaram outra vez. Algo que tem acontecido regularmente nos últimos tempos, com a eleição de Donald Trump, o aparecimento do vírus Ébola ou o escândalo dos Panama Papers. Desta vez, a previsão remonta a 1998, quando a série previu que a 20th Century Fox iria pertencer à Disney.

    SIC