sicnot

Perfil

Mundo

EUA confirmam pedido formal da Turquia para a extradição de Gulen

Os Estados Unidos confirmaram esta terça-feira que receberam um pedido formal da Turquia para a extradição do clérigo turco Fethullah Gulen, que Ancara acusa de ter instigado o falhado golpe de Estado de 15 de julho.

"Confirmamos que a Turquia pediu a extradição de Gullen", disse hoje, na conferência de imprensa diária, o porta-voz do Departamento de Estado, Mark Toner.

Mark Toner assegurou que o "pedido de extradição não se refere à tentativa de golpe de Estado", mas recusou detalhar quais os motivos pelos quais Ancara pediu a extradição.

O fundador do poderoso Movimento Gulen (Hizmet), com milhões de seguidores na Turquia, entrou em rutura, em 2013, com o Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, e o seu Partido da Justiça e Desenvolvimento (AKP, no poder desde 2002), que apoiou na fase inicial da sua ascensão.

Seguiu-se uma dramática luta pelo poder e o início da repressão ao Hizmet no país -- acusado por Erdogan de pretender construir um "Estado paralelo" -- através do encerramento de dezenas de escolas e processos judiciais contra figuras políticas e militares associadas a este movimento.

O Governo turco descreve agora o Movimento Gulen como Organização Terrorista Fethullah Gulen.

"Houve um período de avaliação e determinamos que há um pedido formal", afirmou Mark Toner.

A confirmação do pedido de extradição pelos Estados Unidos ocorre um dia antes do vice-presidente norte-americano, Joe Biden, realizar uma viagem a Ancara, onde deverá reunir-se com Recep Tayyip Erdogan.

O clérigo turco, que reside na Pensilvânia desde 1999, tem negado qualquer envolvimento na tentativa de golpe de Estado.

Lusa

  • Younes Abouyaaqoub, o homem mais procurado de Espanha
    1:53
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Costa desafia PSD para pacto depois das autárquicas
    1:14
  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22