sicnot

Perfil

Mundo

Netanyahu defende colonatos em Jerusalém e rejeita críticas da ONU

Israel defendeu hoje os colonatos judeus em Jerusalém e na Cisjordânia e rejeitou as críticas do coordenador especial das Nações Unidas para o processo de paz, Nickolay Mladenov, sobre o avanço destas construções.

"Os judeus estão em Jerusalém, Judeia e Samaria (nome bíblico da Cisjordânia) há milhares de anos e a sua presença não é um obstáculo à paz", afirmou o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, em comunicado.

"Obstáculos são as tentativas intermináveis de negar a relação do povo judeu a partes da sua terra histórica e a recusa obstinada em reconhecer que não são estrangeiros ali", disse.

Netanyahu respondia assim à intervenção, na segunda-feira, de Mladenov no Conselho de Segurança da ONU, em que este lamentou que Israel tenha ignorado as recomendações do passado mês de julho da ONU, Estados Unidos, Rússia e União Europeia, que instaram o país a cessar a sua política de construção e expansão dos colonatos na Cisjordânia e em Jerusalém Oriental.

O diplomata búlgaro indicou que desde 01 de julho, Israel avançou com planos para a construção de mais de mil vivendas em Jerusalém Oriental e de outras 735 em zonas da Cisjordânia, além de ter aberto concursos para novas edificações nessas áreas e estar a estudar a possibilidade de declarar partes da periferia de Belém como "terra estatal".

"É difícil ler nestas ações uma verdadeira intenção de trabalhar para uma solução viável de dois Estados", afirmou.

Por seu lado, Netanyahu defendeu que as declarações de Mladenov "distorcem a história e a lei internacional, e afastam a paz (...) A firmação de que a construção judia em Jerusalém é ilegal é absurda, tal como o é dizer que a construção norte-americana é ilegal em Washington ou a francesa em Paris".

Lusa

  • Costa preparado para falar da renegociação da dívida no plano europeu
    2:24

    Economia

    O primeiro-ministro não quer quebrar com as regras impostas pela UE e não vai dar o primeiro passo na renegociação da dívida, mas estará na linha da frente quando Bruxelas ceder. Em entrevista à RTP, António Costa garante que o Governo cumpriu tudo aquilo que acordou com o presidente demissionário da Caixa Geral de Depósitos, António Domingues.

  • Benfica persegue oitavos da Liga dos Campeões

    Desporto

    O Benfica tenta hoje a qualificar-se para os oitavos de final da Liga dos Campeões de futebol, procurando uma vitória na receção ao Nápoles que lhe permita vencer o Grupo H e manter-se a salvo do perseguidor Besiktas.

  • Parkinson pode ter início nos intestinos

    Mundo

    Um novo estudo científico vem revelar que a doença de Parkinson pode não estar apenas no cérebro. A doença pode ter início nos intestinos e mais tarde migrar para o cérebro.

  • Nova Deli é "altamente tóxica" para os cidadãos

    Mundo

    Nova Deli foi considerada altamente tóxica para os cidadãos. A capital da Índia é considerada há mais de três anos a cidade mais poluída do mundo, mas só este ano se concluiu que é tão tóxica que é capaz de provocar doenças crónicas a quem lá vive.

  • Condutores continuam com dúvidas em como circular numa rotunda
    2:06

    País

    Circular nas rotundas continua a ser um problema para muitos condutores. Cerca de 3 mil foram multados nos últimos três anos depois da entrada em vigor do novo código, os números são avançados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária. Os instrutores de condução dizem que a medida provoca mais confusão nas horas de ponta.