sicnot

Perfil

Mundo

Papa envia carta ao Congresso Mariológico Mariano Internacional de Fátima

Reuters

O Papa Francisco enviou uma carta ao Congresso Mariológico Mariano Internacional, onde realça a "singularidade e a importância" deste encontro, que decorre de 6 a 11 de setembro, em Fátima, no concelho de Ourém.

Em nota de imprensa, o Santuário de Fátima informa que o papa enviou uma carta ao enviado especial, José Saraiva Martins, a salientar a singularidade e a importância do 24.º Congresso Mariológico Mariano Internacional, que será presidido pelo referido cardeal, prefeito emérito da Congregação para as Causas dos Santos.

Na missiva pode ler-se que "Maria vive com Jesus completamente transfigurada e todas as criaturas cantam a sua beleza. É a mulher vestida de sol, com a lua debaixo dos pés e com uma coroa de doze estrelas na cabeça' (Ap 12,1).

"Aprouve-nos escrever esta afirmação na carta encíclica Laudato Si (n. 241), em que pedimos à Mãe do Redentor que nos ajude a contemplar este mundo com um olhar mais sapiente. Desejando imenso promover o culto mariano na Igreja, voltamos agora a nossa atenção para um evento de singular importância, tempo de oração, meditação e reflexão. como é o XXIV Congresso Mariológico Mariano Internacional que se realiza em Fátima, de 6 a 11 do próximo mês de setembro".

Promovido pela Pontifícia Academia Mariana em colaboração com o Santuário de Fátima e com as sociedades mariológicas dos diversos países, o congresso - que se realiza de quatro em quatro anos - vai ter como tema "O acontecimento Fátima, cem anos depois. História, mensagem e atualidade", conforme a aprovação do papa Francisco, adianta a nota do Santuário de Fátima.

"Os ilustres membros da Pontifícia Academia Mariana Internacional propuseram os assuntos da diligente investigação com o título: 'O acontecimento de Fátima, cem anos depois. História, mensagem e atualidade'. Esperamos que estas doutas investigações, através do congresso dos estudiosos da Bem-aventurada Virgem Maria, tragam nova inspiração e novo progresso espiritual nas circunstâncias do nosso tempo", afirma o papa Francisco, citado pelo Santuário.

Segundo o Santuário de Fátima, a escolha do cardeal D. José Saraiva Martins foi natural, uma vez que "insigne filho da Pátria Lusitana", e pelas suas funções como prefeito da Congregação da Causa dos Santos, é "reconhecido pela grande devoção à Bem-aventurada Maria Virgem de Fátima".

O papa Francisco saúda ainda em "especial" António Marto, "Bispo de Leiria-Fátima e todos os Prelados e fiéis que acorrem a Fátima para o congresso, como também as autoridades civis".

Durante o congresso, que integra o programa de celebrações do Centenário das Aparições de Nossa Senhora, serão apresentados e discutidos os resultados de um estudo rigoroso, crítico e atualizado da documentação inerente à história do evento mariofânico ocorrido em Fátima.

Por outro lado, os participantes procurarão definir linhas de investigação para o estudo e aprofundamento da mensagem de Fátima que, pelos seus densos conteúdos, representa uma "profecia" repleta de esperança para a Igreja, a humanidade e o mundo contemporâneo, refere ainda o comunicado.

Segundo o Santuário, "este intenso trabalho de interpretação, confrontação e atualização é conduzido à luz tanto dos relatórios apresentados por vários especialistas durante as sessões gerais como dos contributos propostos durante os trabalhos de grupo, organizados segundo as diferentes esferas linguísticas".

Pelo facto de numerosos institutos de vida consagrada e movimentos eclesiais se inspirarem na mensagem de Fátima e a difundirem em todo o mundo, um outro aspeto característico do Congresso é precisamente a participação de representantes destas instituições como, por exemplo, o Apostolado Mundial de Fátima.

"Este congresso é o mais importante momento internacional de reflexão na área da mariologia, com temática em específico a incidir no acontecimento de Fátima".

Lusa

  • Morte de portuguesa no Luxemburgo afinal não aconteceu

    País

    A morte de uma portuguesa em Bettembourg, no sul do Luxemburgo, não terá acontecido. O Jornal do Luxemburgo avançou, esta manhã, que a emigrante portuguesa tinha sido baleada mortamente pelo filho, uma informação entretanto desmentida por outro jornal online. Segundo o Bom Dia Luxemburgo, o que aconteceu foi afinal uma rusga policial.

  • Estamos quase na hora de verão

    País

    Esta madrugada muda a hora. Quando for 1h00, os relógios adiantam para as 2h00. Será uma noite com menos tempo de sono, mas os dias vão ficar mais longos com o chamado horário de verão.

  • Hora do Planeta, apagam-se as luzes para despertar consciências
    2:19
  • Divorciados vão poder dividir filhos no IRS 

    Economia

    Os divorciados vão passar a poder dividir os filhos no IRS (imposto sobre o rendimento singular) e o Governo está a estudar soluções para que em 2018 haja um novo sistema para lidar com a guarda conjunta de filhos.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Ataques aéreos dos EUA em Mossul podem ter causado a morte de 200 civis
    1:22
  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.

  • Quando o cancro chega por mero acaso
    1:55

    Mundo

    Cerca de dois terços das mutações que ocorrem nas células cancerígenas devem-se ao acaso, segundo um estudo da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos. Em Portugal, o Diretor do Programa Nacional Doenças Oncológicas alerta para a importância de um diagnóstico precoce e um estilo de vida saudável como forma de reduzir a fatalidade.