sicnot

Perfil

Mundo

Serviços secretos venezuelanos detêm político da oposição Carlos Melo

O partido político da oposição da Venezuela Vontade Popular (VP) denunciou que o político Carlos Melo foi detido por funcionários do Serviço Bolivariano de Inteligência, em Caracas.

Trata-se da segunda detenção de políticos da oposição nas últimas 24 horas, quando faltam apenas dois dias para 1 de setembro, dia em que a oposição venezuelana pretende "tomar" a cidade de Caracas, para exigir a realização de um referendo revogatório do mandato do Presidente Nicolás Maduro

A detenção, segundo o autarca Luís Somaza, do partido VP, teve lugar no Centro Plaza de Altamira (leste de Caracas), quando Carlos Melo, que é dirigente do partido Avançado Progressista, visitava a sede de Vontade Popular.

"Desconhecem-se os motivos da detenção", explicou o autarca na sua conta do Twitter.

O Governo venezuelano confirmou, segunda-feira, que funcionários do Sebin detiveram, o dirigente do partido da oposição, Vontade Popular, Yon Goicochea.

A confirmação teve lugar depois de a oposição e familiares de Goicochea denunciarem que o político tinha sido sequestrado, quando circulava na sua viatura, nas proximidades do túnel de La Trinidad (Caracas), por um grupo de oito homens armados que suspeitavam tratar-se de "funcionários da Direção Geral de Contra Inteligência Militar ou do Serviço Bolivariano de Inteligência (Sebin, serviços secretos)".

"Foi detido e em seu poder encontraram cordões detonadores para explosivos. Esse senhor foi treinado pelo império norte-americano durante anos. Lembrem-se que no ano 2007, de repente, alguém deu-lhe 500 mil dólares e saiu da Venezuela", disse o deputado do Partido Socialista Unido da Venezuela, Diosdado Cabello, durante uma concentração de apoio a Nicolás Maduro.

Hoje, três jornalistas da cadeia televisiva Al Jazeera foram detidos pelas autoridades ao chegarem ao Aeroporto Internacional Simón Bolívar de Maiquetía, quando pretendiam entrar no país para fazer a cobertura das atividades convocadas pela oposição para 1 de setembro.

Segundo o Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Imprensa, "Teresa Bo, correspondente; Lagmi Chávez, produtora, e o operador de câmara foram 'retidos' (detidos temporariamente) " e as autoridades confiscaram-lhes os equipamentos, tendo depois procedido à sua expulsão do país no primeiro voo para Bogotá.

Lusa

  • Santana diz que Marcelo por vezes faz de conta que é primeiro-ministro
    1:12

    País

    Santana Lopes diz que a expectativa que Passos Coelho criou sobre o mau desempenho do Governo se está a virar-se contra ele. Numa entrevista ao jornal Expresso deste sábado, o ex-primeiro-ministro e ex-presidente da Câmara Municipal de Lisboa considera contudo que Passos Coelho ainda poderá ganhar as próximas eleições. Sobre Marcelo, o atual provedor da Santa Casa da Misericórdia diz que por vezes faz de conta que é o primeiro-ministro.

  • Coala do Zoo de Duisburg viaja para Lisboa 

    País

    A SIC acompanhou, em exclusivo, a transferência de uma coala do Zoo de Duisburg, na Alemanha, para o Jardim Zoológico de Lisboa. O animal foi transportado pela TAP e batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Uma reportagem para ver mais logo no Jornal da Noite da SIC.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Caravana com cinzas de Fidel chega este sábado a Santiago de Cuba
    2:01
  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.