sicnot

Perfil

Mundo

Serviços secretos venezuelanos detêm político da oposição Carlos Melo

O partido político da oposição da Venezuela Vontade Popular (VP) denunciou que o político Carlos Melo foi detido por funcionários do Serviço Bolivariano de Inteligência, em Caracas.

Trata-se da segunda detenção de políticos da oposição nas últimas 24 horas, quando faltam apenas dois dias para 1 de setembro, dia em que a oposição venezuelana pretende "tomar" a cidade de Caracas, para exigir a realização de um referendo revogatório do mandato do Presidente Nicolás Maduro

A detenção, segundo o autarca Luís Somaza, do partido VP, teve lugar no Centro Plaza de Altamira (leste de Caracas), quando Carlos Melo, que é dirigente do partido Avançado Progressista, visitava a sede de Vontade Popular.

"Desconhecem-se os motivos da detenção", explicou o autarca na sua conta do Twitter.

O Governo venezuelano confirmou, segunda-feira, que funcionários do Sebin detiveram, o dirigente do partido da oposição, Vontade Popular, Yon Goicochea.

A confirmação teve lugar depois de a oposição e familiares de Goicochea denunciarem que o político tinha sido sequestrado, quando circulava na sua viatura, nas proximidades do túnel de La Trinidad (Caracas), por um grupo de oito homens armados que suspeitavam tratar-se de "funcionários da Direção Geral de Contra Inteligência Militar ou do Serviço Bolivariano de Inteligência (Sebin, serviços secretos)".

"Foi detido e em seu poder encontraram cordões detonadores para explosivos. Esse senhor foi treinado pelo império norte-americano durante anos. Lembrem-se que no ano 2007, de repente, alguém deu-lhe 500 mil dólares e saiu da Venezuela", disse o deputado do Partido Socialista Unido da Venezuela, Diosdado Cabello, durante uma concentração de apoio a Nicolás Maduro.

Hoje, três jornalistas da cadeia televisiva Al Jazeera foram detidos pelas autoridades ao chegarem ao Aeroporto Internacional Simón Bolívar de Maiquetía, quando pretendiam entrar no país para fazer a cobertura das atividades convocadas pela oposição para 1 de setembro.

Segundo o Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Imprensa, "Teresa Bo, correspondente; Lagmi Chávez, produtora, e o operador de câmara foram 'retidos' (detidos temporariamente) " e as autoridades confiscaram-lhes os equipamentos, tendo depois procedido à sua expulsão do país no primeiro voo para Bogotá.

Lusa

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52