sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 90 opositores do regime detidos em Caracas

O ministro das Relações Interiores, Justiça e Paz venezuelano, Néstor Reverol Torres, anunciou esta quarta-feira a detenção de mais de 90 pessoas, entre nacionais e estrangeiros, alegados paramilitares, num bairro próximo do palácio presidencial de Miraflores.

As detenções ocorreram quando a oposição venezuelana se prepara para realizar quinta-feira o que chamam de "tomada de Caracas" para exigir a realização de um referendo revogatório do mandato do Presidente Nicolás Maduro.

Segundo o ministro, as detenções foram feitas no bairro Macayapa, no âmbito de uma ação policial englobada no programa governamental Operação de Libertação de Proteção do Povo, que teve lugar terça-feira, no "corredor norte da cidade de Caracas".

Na operação participaram mais de 600 efetivos da Polícia Nacional Bolivariana, das Forças Armadas Venezuelanas e do Corpo de Investigações Científicas, Penais e Criminalísticas (Cicpc, antiga Polícia Técnica Judiciária).

"Presume-se que haja uma alta percentagem de paramilitares a escassos quilómetros do palácio de Miraflores, pelo que se fez uma limpeza e varredura total em todo o setor, onde estão a aumentar as invasões, para depósito de paramilitares com a finalidade de realizar atos de violência, de instabilidade da Revolução Bolivariana", lê-se num comunicado do Ministério das Relações Interiores, Justiça e Paz Venezuela.

O MIJP insiste que está em curso um golpe de estado contra o Governo do Presidente Nicolás Maduro e anuncia que vão ser realizadas, "de maneira imprevista", operações na Grande Caracas (capital e cidades vizinhas) e nos Estados com maior incidência de delitos no país.

"Com estas ações vamos derrotar o golpe de estado contra o Governo legitimamente constituído, do nosso comandante Presidente Nicolás Maduro Moros. Vamos eliminar a violência em todas as suas manifestações e continuaremos construindo a pátria e a revolução bolivariana, Vamos ir a todos os espaços que sejam necessários para libertar o povo destes grupos paramilitares", conclui.

Em fotos divulgadas por aquele ministério aparecem dezenas de indivíduos, sentados no chão, que terão sido tiradas durante a operação policial.

As autoridades venezuelanas não divulgaram a identificação dos detidos, nem confirmaram se durante a operação policial foi confiscado algum tipo de armamento.

Lusa

  • Salgado impedido de sair do país e de contactar outros arguidos
    1:21

    Operação Marquês

    O ex-presidente do BES, Ricardo Salgado, ficou esta quarta-feira impedido de se ausentar para o estrangeiro sem autorização prévia e proibido de contactar com os arguidos da Operação Marquês, determinou o Tribunal Central de Instrução Criminal. O jornalista da SIC Luís Garriapa esteve no TCIC, onde deu a conhecer as medidas de coação, depois de uma "longa maratona de nove horas".

  • Temperatura global de 2016 foi a mais alta desde 1880

    Mundo

    A temperatura média na superfície terrestre e oceânica em 2016 foi a mais alta desde 1880, no terceiro ano consecutivo de recordes do aquecimento global, anunciou esta quarta-feira a agência dos Estados Unidos para a atmosfera e os oceanos.

  • CIA desvenda segredos de quase 50 anos de História

    Mundo

    A CIA publicou online quase 12 milhões de documentos confidenciais. Basta uma ligação à Internet para navegar por entre 50 anos de relatórios outrora secretos. Entre os milhões de páginas, estão documentos sobre um eventual assassínio de Fidel Castro, detalhes sobre os crimes de guerra nazis, relatórios sobre avistamentos de OVNI e um estudo sobre telepatia denominado "Projeto Star Gate".

  • Cadela sobrevive após engolir faca de cozinha

    Mundo

    Na Escócia, uma história de sobrevivência, no mínimo, bicuda. Uma cadela engoliu uma faca de cozinha com mais de 20 centímetros, manteve-a dentro de si durante algumas semanas mas sobreviveu, depois de ser operada de urgência..