sicnot

Perfil

Mundo

EUA aplicam sanções a pessoas e entidades ligadas ao conflito na Ucrânia

O Departamento do Tesouro dos EUA anunciou esta quinta-feira novas sanções ligadas ao conflito na Ucrânia, focando-se em 37 indivíduos e entidades na Federação Russa e Ucrânia.

O grupo ABR Management, um ramo do banco Rossia, conhecido por ser o banco do primeiro círculo do poder na Federação Russa, foi assim acrescentado à lista negra das sanções norte-americanas que congelam os ativos no território norte-americano das pessoas e entidades mencionadas.

O total das empresas de construção, transportes e defesa sancionadas ascende a 18, entre as quais a SGM-Most e a PJSC Mostotrest, envolvidas na construção da ponte sobre o Estreito de Kertch, que deve ligar a península da Crimeia ao sul da Rússia em 2018.

Por outro lado, 17 ucranianos separatistas, acusados por Washington "de apoiar direta ou indiretamente as políticas que ameaçam a paz, a segurança e a estabilidade (...) na Ucrânia" também são sancionados.

Lusa

  • Bruno de Carvalho suspenso por mais 90 dias

    Desporto

    O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, foi suspenso por 90 dias na sequência de declarações proferidas numa entrevista televisiva em março, anunciou esta terça-feira o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

  • Arquivada queixa do Sporting contra Rui Vitória

    Desporto

    O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) arquivou a queixa do Sporting contra o treinador do Benfica, Rui Vitória, por alegada coação do árbitro Artur Soares Dias, foi esta terça-feira anunciado.

  • Viajar a 110 km/h agarrado ao para-brisas de um comboio

    Mundo

    Um homem de 23 anos foi detido por viajar preso a um comboio - mais concretamente ao limpa para-brisas -, que atinge velocidades perto dos 110 quilómetros por hora, numa viagem entre as estações de Leederville e Glendalough, na Austrália.

  • Rapper quer provar que a terra é plana

    Mundo

    O rapper B.o.B. lançou uma campanha na plataforma GoFundMe para enviar satélites que possam comprovar que a Terra é redonda e azul. No ano passado, o norte-americano defendeu nas redes sociais que o planeta é plano.