sicnot

Perfil

Mundo

Cientistas descobrem maneira de impedir que doença de Crohn degenere em fibrose

Um grupo de cientistas descobriu um mecanismo que pode evitar que a doença de Crohn degenere em fibrose, segundo um novo estudo publicado na revista 'Science Immunology', noticiou a agência noticiosa espanhola Efe.

Os cientistas da Universidade da Columbia Britânica, no Canadá, descobriram, numa investigação com ratos, uma mutação que evita que os animais desenvolvam fibrose depois de serem infetados com um tipo de salmonela que produz os mesmos sintomas que a doença de Crohn.

Esta mutação nos ratos "desliga" o recetor hormonal que se encarrega de estimular a resposta imunológica do organismo que leva os doentes com Crohn a desenvolverem fibroses.

"A fibrose é uma resposta a uma inflamação crónica, mas também é um processo que ocorre durante o envelhecimento normal; se pudermos evitar isto, basicamente encontrámos a maneira de promover a regeneração depois da degeneração", explicou o principal autor do estudo, Bernard Lo.

O passo seguinte depois desta descoberta será testar medicamentos para descobrir se podem para ou reverter a fibrose nos ratos, conclui a agência Efe.

Lusa

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Morreu Miguel Beleza

    País

    Miguel Beleza, economista e antigo ministro das Finanças, morreu esta quinta-feira de paragem cardio-respiratória aos 67 anos.

  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.