sicnot

Perfil

Mundo

Hollande e Merkel querem "novo impulso" para Europa na cimeira de Bratislava

O Presidente francês, François Hollande, e a chanceler alemã, Angela Merkel, expressaram esta sexta-feira o desejo de que a cimeira dos 27 pós-Brexit, a 16 de setembro, em Bratislava, dê "um novo impulso" à União Europeia.

© Philippe Wojazer / Reuters

Os 25.º encontros anuais de Évian (no sudeste de França) entre patrões franceses e alemães "decorrem num momento particularmente importante para a Europa", declarou Hollande, numa declaração conjunta com a chanceler alemã.

"Com o Brexit, também com a subida nas urnas dos populismos e das contestações da própria ideia da Europa, é necessário um novo impulso para a União. E a França e a Alemanha querem ocupar o seu lugar para assumirem as respetivas responsabilidades", afirmou.

"Em Bratislava, vamos insistir, entre outras coisas, na elaboração de uma agenda ambiciosa, ambiciosa em matéria de economia", disse Merkel, salientando a importância dos aspetos numéricos, como fez Hollande.

A dois dias do G20 (grupo das principais potências económicas mundiais), que começa no domingo em Hangzhou, na China, Hollande e Merkel destacaram o contributo da Europa para o aumento do crescimento e do comércio internacional.

Merkel assegurou, nomeadamente, que "os países europeus farão todos os possíveis para que sejam aplicadas medidas favoráveis ao crescimento, para que se lute contra o protecionismo".

"Precisamos de um comércio internacional, de trocas internacionais que funcionem bem", defendeu, depois de o Governo francês ter falado de divergências nas negociações do Tratado de Livre Comércio entre a União Europeia e os Estados Unidos (TTIP).

Lusa

  • ANACOM apresenta recomendações para melhorar redes de telecomunicações
    1:17

    País

    A ANACOM entregou um conjunto de recomendações ao Governo, Parlamento, municípios e operadores de telecomunicações. A autoridade reguladora em Portugal das comunicações eletrónicas propõe que os cabos aéreos de telecomunicações sejam substituídos por cabos subterrâneos, entre outras coisas. O objetivo é impedir que as redes fiquem em baixo perante incêndios ou outras catástrofes.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.

  • Atividade económica regista crescimento

    Economia

    A atividade económica portuguesa está a crescer ao maior ritmo dos últimos 17 anos. O crescimento registado em setembro é o mais elevado desde janeiro de 2000. Já o consumo privado registou uma diminuição face a agosto.

    SIC