sicnot

Perfil

Mundo

Olho do furacão Hermine toca em terra na Florida

O olho do furacão Hermine tocou hoje a terra na Florida, estado norte-americano ameaçado com inundações, deslizamentos de terras, tempestades e até tornados, informa o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (CNH, na sigla inglesa).

O Hermine, de categoria 1 e que, segundo as autoridades, representa "perigo mortal", tocou terra na localidade de St. Marks (norte de Florida) minutos antes das 02:00 (07:00 em Lisboa), com ventos máximos de 130 quilómetros por hora.

Este é o primeiro furacão a tocar terra na Florida desde o Wilma em 2005.

De acordo como CNH, nas próximas horas o Hermine vai continuar a sua rota na direção nordeste pela Florida, entrando depois no estado de Georgia e, à noite, na Carolina do Sul, enquanto no sábado de manhã se espera que esteja na Carolina do Norte.

O CNH prevê que o furacão vá perdendo força há medida que avança, até se converter numa tempestade tropical.

Nos seus últimos boletins, o CNH estendeu os seus alertas a grande parte da costa Este dos Estados Unidos, incluindo pontos tão a norte como os estados de Nova Jersey, Virgínia e Delaware.

O governador da Florida, Rick Scott, assegurou na quinta-feira que o Hermine representa um "perigo mortal" para os habitantes do norte do estado, recordando que se devem preparar, comprando água para três dias, e estar conscientes que o abastecimento elétrico pode falhar.

Em Tallahassee, muito perto de St. Marks, por exemplo, 32 mil famílias ficaram sem luz.

Lusa

  • Hermine transforma-se em furacão de categoria 1

    Mundo

    A tempestade tropical Hermine, que avança desde o golfo do México para a costa nordeste da Flórida, nos Estados Unidos, transformou-se esta quinta-feira num furacão de categoria 1, informou o Centro Nacional de Furacões norte-americano.

  • Vala comum com 6 mil corpos em Mossul
    1:43
  • À redescoberta da Madeira, 16 anos depois
    1:59
  • A menina que os pais queriam chamar "Allah"

    Mundo

    ZalyKha Graceful Lorraina Allah tem 22 meses, anda não sabe ler nem escrever mas já está no centro de um processo judicial contra o Estado da Georgia, nos EUA. Os pais, Elizabeth Handy e Bilal Walk, apoiados por uma ONG, exigem na justiça que o nome seja reconhecido na certidão de nascimento para que a criança possa ser inscrita na escola, na segurança social ou nos registos e notoriado. O casal já tem um filho de 3 anos que se chama Masterful Mosirah Aly Allah.

  • Samsung vai vender modelos reparados do Galaxy Note 7

    Economia

    A Samsung Electronics anunciou hoje que vai vender e alugar telemóveis reparados do modelo Galaxy Note 7 depois de no ano passado a empresa ter decidido suspender a respetiva produção devido a incêndios nas baterrias de íon-lítio.

  • Acidentes em falésias matam 94 pescadores lúdicos

    País

    Mais de 90 pescadores lúdicos morreram nos últimos 19 anos e 137 ficaram feridos em 252 acidentes registados em zona rochosa ou em falésia, a maioria na zona de Lagos, Faro, segundo dados da Autoridade Marítima Nacional.