sicnot

Perfil

Mundo

Obama e Putin insistem nas negociações sobre cessar-fogo na Síria

© Reuter

Os presidentes dos Estados Unidos e da Rússia insistiram hoje para que as suas delegações continuem a negociar um cessar-fogo na Síria visando aumentar o envio de ajuda humanitária, num encontro à margem da cimeira do G20.

Barack Obama e Vladimir Putin "esclareceram questões pendentes" e pediram ao secretário de Estado norte-americano, John Kerry, e ao seu homólogo russo, Sergei Lavrov, para que continuem as negociações, indicaram fontes da Casa Branca.

Esta segunda-feira, antes do encontro dos chefes de Estado, Kerry e Lavrov reuniram-se para discutir a redução dos combates na Síria, mas não chegaram a acordo. Esperava-se que os dois países acordassem disponibilizar ajuda humanitária aos civis de Alepo e suspender, pelo menos em parte, os bombardeamentos russos e sírios.

Os chefes da diplomacia dos dois países devem reunir-se nos próximos dias "seguramente esta semana", disseram as mesmas fontes, classificando de "construtivas" as discussões entre Obama e Putin, que estiveram reunidos cerca de uma hora e meia.

As delegações norte-americana e russa discutem a questão há semanas.

Segundo a agência noticiosa espanhola EFE, não há entendimento em relação à questão dos rebeldes apoiados pela coligação anti-jihadista, conduzida pelos Estados Unidos, serem da oposição moderada ou incluírem jihadistas da Frente al-Nosra.

De acordo com a agência France Presse, as negociações sobre o conflito terão sido afetadas por desenvolvimentos no terreno.

Tropas do Governo sírio, que é apoiado pela Rússia, ocupam a zona ocidental da cidade de Alepo, enquanto os bairros da zona oriental são controlados pelos grupos rebeldes.

O conflito na Síria já matou cerca de 300 mil pessoas em cinco anos, tendo obrigado milhões a abandonarem as suas casas.

Lusa

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Guterres apela à Coreia do Norte para cumprir resoluções

    Mundo

    O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, apelou este sábado ao ministro do Exterior da Coreia do Norte, Ri Yong Ho, para o cumprimento das resoluções que o Conselho de Segurança impôs ao país em resposta à sua escalada armada.

  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.