sicnot

Perfil

Mundo

Deputado inglês demite-se após escândalo de prostituição

© Toby Melville / Reuters

O deputado inglês Keith Vaz, do Partido Trabalhista, anunciou hoje a demissão do cargo de presidente da Comissão dos Assuntos Internos da Câmara dos Comuns, após o escândalo que aparentemente o liga a um caso de droga e prostituição masculina.

O jornal britânico Sunday Mirror publicou domingo uma história em que garante que Keith Vaz, casado e pais de dois filhos, terá sido filmado a pagar a dois acompanhantes os respetivos serviços sexuais.

O deputado da oposição indicou que deixa de presidir a poderosa Comissão dos Assuntos Internos, que investiga, entre outras, questões ligadas à imigração, droga e trabalhadores do sexo, para que esta possa manter "o trabalho importante" a que se dedica e "para evitar quaisquer distrações".

"Lamento genuinamente que os recentes eventos tornem impossível continuar (à frente da Comissão) se me mantiver no cargo", sublinhou Keith Vaz, antigo ministro para os Assuntos Europeus no governo do ex-primeiro-ministro Tony Blair.

A história, contada ao pormenor na agressiva imprensa tabloide britânica, tem provocado um debate sobre se o jornal invadiu injustamente a vida privada de Keith Vaz.

O Sunday Mirror justificou a reportagem com base no "interesse público" em expor Keith Vaz, dado que desempenha funções numa área de define a legislação para os trabalhadores do sexo e para as drogas.

Numa declaração ao Mail on Sunday, Keith Vaz atacou os jornalistas: "lamento genuinamente a dor e a angústia que as minhas ações provocaram".

Segundo o Sunday Mirror, o deputado foi filmado e a conversa gravada ao encontrar-se em agosto com acompanhantes do sexo masculino num apartamento que lhe pertence a norte de Londres.

Numa das conversas com um acompanhante publicada pelo tabloide e no Daily Mirror, Keith Vaz aparentemente oferece-se para comprar cocaína numa data a combinar, embora seja percetível também a parte em que afiança que não é para consumo próprio.

Keith Vaz, natural do Iémen e filho de pais goeses (Índia), foi eleito pela primeira vez para o Parlamento britânico em 1987 pelo seu círculo eleitoral de Leicester (centro de Inglaterra).

Lusa

  • O resgate dos passageiros do naufrágio em Cascais
    1:48
  • É importante que "as pessoas não tenham medo" de denunciar o tráfico humano
    0:48

    País

    Manuel Albano, relator nacional para o tráfico de pessoas, concorda com a ideia de que é necessário continuar a investir na inspeção e na fiscalização para travar o tráfico de seres humanos, mas rejeita a denúncia do sindicato dos trabalhadores do SEF, que esta quinta-feira alertou para a "falta de controlo".

  • Trocar a economia pela dança
    7:21
  • Salas de consumo assistido previstas na lei há 17 anos
    3:01
  • O que faz um guaxinim às duas da manhã num quartel de bombeiros?

    Mundo

    Os animais são muitas vezes os protagonistas de histórias incríveis ou até insólitas. Desde o cão mais pequeno ao urso mais assustador. Desta vez, o principal interveniente é um guaxinim, que foi levado até um quartel de bombeiros por uma dona muito preocupada. Porquê? O animal estava sob o efeito de drogas.

    SIC

  • "Por vezes até as princesas da Disney ficam apavoradas"

    Mundo

    A atriz norte-americana Patti Murin foi esta semana elogiada nas redes sociais por se preocupar com a sua saúde mental e não ter problemas em falar sobre o assunto. A artista faltou a um espetáculo da Disney, onde ia atuar, devido a um ataque de ansiedade.

    SIC

  • Presidente do Uganda quer proibir sexo oral

    Mundo

    O Presidente do Uganda emitiu um aviso público durante um conferência de imprensa anunciando que vai banir a prática de sexo oral no país. Yoweri Museveni justifica o ato, explicando que "a boca serve para comer".

    SIC