sicnot

Perfil

Mundo

Fósseis mais antigos do mundo podem ter 3,7 mil milhões de anos

YURI AMELIN

Uma bactéria minúscula que viveu há 3,7 mil milhões de anos pode ser a mais antiga forma de vida na Terra. Cientistas descobriram no sul da Austrália fósseis de esponjas - animais aquáticos simples. A descoberta pode indicar que, afinal, a presença animal no planeta é mais antiga do que se pensava.

Os fósseis foram descobertos por Allen Nutman, numa zona rochosa da região de Greenland. Cientistas australianos e britânicos estudaram a rocha a descobriram tratar-se de estruturas microscópicas chamadas estromatólitos.

As esponjas, acreditam os investigadores, tinham um centímetro de altura e viviam fixas em estromatólitos - rochas calcárias formadas por microrganismos -, a menos de 20 metros de profundidade. Era lá que filtravam o carbono diluído na água para obter alimentos, segundo explicam na revista Nature.

A investigação está a ser debatida por outros investigadores.

"Há alguns problemas que precisam de ser analisados", afirma Roger Buick, da Universidade de Washington em Seattle. Um deles é o facto de as rochas onde os fósseis foram encontrados terem sido sujeitas a inúmeros fatores ambientais como o calor, ao longo de milhões de anos.

  • O dia em que o Brexit começa
    1:25

    Brexit

    A primeira-ministra britânica já assinou a carta que vai enviar ao Conselho Europeu para formalizar a vontade do Reino Unido de sair da União Europeia. O artigo 50.º do Tratado de Lisboa será ativado nas próximas horas. Na véspera, Theresa May recebeu da Escócia um novo contratempo político.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45
  • Relação de Portugal com Angola é "insubstituível"
    1:00

    País

    Paulo Portas considera que a relação de Portugal com Angola é insubstituível. Numa entrevista ao Jornal de Negócios, o ex vice-primeiro-ministro defende que o país deve ser profissional no relacionamento político com Luanda.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Governo vai dar mais meios à investigação criminal
    2:34

    País

    A ministra da Justiça garante que o Governo vai dar mais meios à investigação criminal, mas assegura que não vai mexer nos prazos dos inquéritos. A questão tem sido insistentemente levantada pela defesa de José Sócrates, que se queixa de que a Operação Marquês já ultrapassou todos os prazos.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.