sicnot

Perfil

Mundo

Papa apela à paz e legalidade no Gabão

O papa Francisco rezou hoje pelo Gabão, palco de violências após as presidenciais de 27 de agosto, lançando um apelo à paz e a legalidade no país petrolífero de menos de dois milhões de habitantes.

"Quero convidar a uma oração especial pelo Gabão, que atravessa um momento de grave crise política. Confiemos ao Senhor as vítimas de confrontos e os seus familiares", declarou o papa perante os milhares de fiéis reunidos na praça de São Pedro para a oração do Angelus.

"Associo-me aos bispos deste país africano para convidar as partes a rejeitaram qualquer violência e a terem sempre o bem comum como objetivo", adiantou Francisco.

O papa encorajou os habitantes do Gabão, "em particular os católicos, a serem construtores da paz, no respeito pela legalidade, diálogo e fraternidade".

No sábado, uma marcha reuniu, em Libreville, mil partidários do opositor Jean Ping, em homenagem às vítimas das violências pós-eleitorais.

Ping, que se reivindica "presidente eleito", apresentou na sexta-feira um recurso no Tribunal constitucional para impugnar os resultados das eleições que implicaram a reeleição do presidente Ali Bongo por uma curta margem de votos.

Segundo a comissão eleitoral, Ali Bongo, 57 anos, foi reeleito para um segundo mandato de sete anos, com 49,80% dos votos contra 48,23% para o líder da oposição Jean Ping. Uma diferença de 5.594 votos, num total de 627.805 recenseados.

O anúncio da reeleição de Ali Bongo a 31 de agosto provocou tumultos, pilhagens, centenas de detenções e pelo menos três mortos.

Lusa

  • Descobertos fósseis que podem provar existência de vida em Marte

    Mundo

    Fósseis com 3,77 mil milhões de anos, dos mais antigos já descobertos, foram identificados por cientistas de vários países na província do Quebec, no leste do Canadá. As descobertas coincidem no tempo com a altura em que Marte e a Terra tinham água líquida à superfície, o que levanta questões sobre a hipótese de vida extraterrestre.

  • As polémicas declarações de João Braga sobre os Óscares

    País

    A Associação SOS Racismo reagiu esta quarta-feira às palavras do fadista João Braga na sua página no Facebook, sobre a cerimónia de entrega dos Óscares, e disse esperar que a Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial atue de forma exemplar face.

  • "Apelamos ao debate e somos criticados? Então m...."
    0:52
  • Oprah admite candidatar-se à Presidência dos EUA

    Mundo

    A apresentadora norte-americana Oprah Winfrey admitiu, numa entrevista, que a vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais de novembro a fez considerar a possibilidade de entrar na corrida à Casa Branca.

  • Temperaturas recorde no "último lugar da Terra"

    Mundo

    A Organização Meteorológica Mundial (OMM) anunciou esta quarta-feira que se registaram nos últimos 37 anos temperaturas altas recorde na Antártida, num local que foi descrito como "o último lugar da Terra".