sicnot

Perfil

Mundo

Polícia holandesa utiliza águias para derrubar drones em pleno voo

A polícia holandesa será a primeira do mundo a utilizar águias para derrubar drones (aparelhos não tripulados) em pleno voo, após ter submetido as aves a treinos, divulgou esta segunda-feira o portal de notícias DutchNews.

Apesar de as aves pertencerem a uma empresa privada, a polícia prevê começar a utilizar as suas próprias aves a partir do próximo verão.

As forças de segurança começaram a treinar as aves em janeiro, apesar das reservas de vários especialistas em bem-estar dos animais que advertiam que as águias podiam sofrer ferimentos nas garras durante as operações.

Um porta-voz da polícia assegurou ao diário NRC que as aves utilizadas não ficaram feridas, até à data, mas salientou que usavam proteções nas garras.

A decisão foi tomada face à preocupação pelo risco crescente de que aparelhos voadores não tripulados possam colidir com meios aéreos como helicópteros de resgate, ou entrem em espaços não autorizados, como zonas próximas de aeroportos.

Lusa

  • Confirmada prisão dos portugueses que gravaram nome no portão de Auschwitz

    Mundo

    Dois adolescentes católicos portugueses foram condenados a um ano de prisão com pena suspensa, por terem gravado os nomes na porta da entrada principal de Auschwitz-Birkenau. O tribunal de primeira instância de Oswiecim já tinha condenado os jovens e o tribunal de Cracóvia confirmou esta quarta-feira a pena aplicada.

  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Quem é a mulher que diz ser filha de Salvador Dalí

    Cultura

    Maria Pilar Abel Martínez nasceu em 1956 e será o alegado fruto de um caso entre a sua mãe e Salvador Dalí. Um tribunal de Madrid ordenou a exumação do cadáver do pintor e a obtenção de amostras, de modo a determinar se a mulher espanhola é mesmo filha de Dalí.