sicnot

Perfil

Mundo

Merkel defende liberdade religiosa, incluindo direito à burca

© Reuters

A chanceler alemã, Angela Merkel, defendeu esta quarta-feira o pleno direito à liberdade religiosa, incluindo o uso da burca, destacando, porém, a necessidade de restringi-lo em certos âmbitos da vida pública, onde o rosto descoberto é necessário, como a perante a justiça.

A liberdade religiosa implica "poder fazer-se expressão pública da mesma", afirmou Merkel na Conferência Interparlamentar sobre Liberdade Religiosa, a decorrer hoje em Berlim e realizada pela União Cristão-Democrata (CDU), o partido a que preside, e o partido irmão, União Social-Cristã da Baviera (CSU).

A líder alemã admitiu que o uso do véu integral é "um grande obstáculo" à integração na sociedade alemã e legitimou, por outro lado, as restrições que a CDU/CSU quer impor ao seu uso nos espaços públicos.

Merkel deu assim apoio à iniciativa apresentada em agosto último pelo seu ministro do Interior, Thomas de Maizière, que, contra as vozes do seu próprio partido, que exigiam a proibição total do uso da burca, advogou que as restrições se circunscrevessem a determinados âmbitos.

De acordo com a proposta de Maizière, o uso da burca será proibido em manifestações, escolas, esquadras, repartições públicas como as do registo civil, tribunais, controlos de trânsito ou qualquer outra situação em que a identificação da pessoa seja requerida.

A líder alemã insistiu na necessidade de transmitir a estes grupos populacionais o "sentido do direito fundamental" à liberdade religiosa, como fator indispensável para a integração numa sociedade aberta e tolerante.

Lusa

  • "A vitória de Bruno de Carvalho pode ser uma vitória de Pirro"
    1:01
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    As eleições para a presidência do Sporting realizam-se no próximo sábado e os comentadores d'O Dia Seguinte avaliaram já as hipóteses de vitória dos candidatos. Rui Gomes da Silva considera que a gravação que implicava José Maria Ricciardi não vai influenciar a decisão de voto. Já Paulo Farinha Alves acredita que Bruno de Carvalho vai vencer a eleição. Contudo José Guilherme Aguiar avisa as eleições podem não trazer estabilidade ao Sporting.

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • SIC revela relatório que provava falência do GES
    2:06
  • Sócrates acusa Cavaco de conspiração
    0:57
  • Bastidores do sambódromo: um espétaculo à parte
    3:22
  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22
  • Como a maioria de Esquerda gere as votações
    2:15

    País

    A gestão entre os partidos é feita diariamente mas nem sempre PCP e Bloco de Esquerda têm votado ao lado do Governo. A SIC ouviu um politólogo, que diz que o objetivo é cada um salientar as diferenças que os separam do PS. No entanto, também há exemplos que provam que nenhum dos partidos quer pôr em causa a estabilidade política.