sicnot

Perfil

Mundo

Supremo Brasileiro arquiva pedido de prisão de ex-presidente da Câmara dos Deputados

O magistrado Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu na quarta-feira arquivar o pedido de prisão do ex-presidente da Câmara dos Deputados do Brasil Eduardo Cunha, que perdeu o mandato na segunda-feira.


O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, tinha pedido, em junho, a prisão preventiva de Eduardo Cunha, dado que, mesmo afastado do cargo, poderia continuar a usar o seu mandato e poder político com o fim de intervir nas investigações da Operação Lava Jato.

"Uma vez determinada a perda do mandato, não subsistem mais essas premissas, revelando a perda do interesse no requerimento", considerou Teori Zavascki.

O plenário da Câmara dos Deputados decidiu, na segunda-feira, por 450 votos a favor, cassar o mandato do deputado de Eduardo Cunha, que, enquanto presidente da câmara baixa do Congresso brasileiro, aceitou a denúncia que deu início ao processo de destituição da ex-Presidente Dilma Rousseff.

Eduardo Cunha foi condenado por ter quebrado o decoro parlamentar ao mentir num depoimento numa comissão que investigava crimes na empresa estatal Petrobras.

Teori Zavascki decidiu ainda enviar duas ações penais contra Eduardo Cunha para o juiz Sérgio Moro, da Justiça Federal no Paraná, e para o Tribunal Regional Federal, do Rio de Janeiro.

Os processos em que Eduardo Cunha é réu desceram do STF à primeira instância por ter deixado de ter foro privilegiado ao ser afastado de um cargo político.

Eduardo Cunha responde por ter supostamente recebido subornos num contrato de exploração de petróleo em Benin, em África, e em contratos de navios-sonda da Petrobras.

A Operação Lava Jato investiga o maior esquema de corrupção da história brasileira, envolvendo várias empresas e dezenas de políticos, entre eles o ex-Presidente Lula da Silva.

Lusa

  • 10 Minutos com Eurico Reis
    11:20

    10 Minutos

    Há quatro meses que Portugal é um dos poucos países europeus onde é possível recorrer à gestação de substituição. E há já um casal que teve luz verde para começar os tratamentos. Para um balanço, foi nosso convidado Eurico Reis, juiz desembargador e presidente do Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida, a entidade que autoriza os processos de gestação de substituição.

    Entrevista completa

  • Parlamento discute utilização de animais no circo
    2:01
  • Seis meses depois da tragédia de Pedrógão Grande
    5:55

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Assinalou-se este domingo meio ano desde que o país ficou em choque com o rasto de morte e destruição causado pelos incêndios florestais na região centro. A tragédia de Pedrogão Grande foi há precisamente seis meses. Enquanto segue a reconstrução no tempo possível e com o Natal à porta, a vida prossegue, mas não voltará a ser mesma.

  • A inédita entrevista do príncipe Harry a Barack Obama
    0:47

    Mundo

    Foi divulgado um vídeo pouco habitual em que aparece o príncipe Harry a entrevistar Barack Obama para um programa de rádio. A conversa foi gravada em setembro, durante um evento desportivo para militares com deficiência, e será transmitida na íntegra no dia 27 de dezembro.