sicnot

Perfil

Mundo

Jovem processa pais por publicarem no Facebook fotos da sua infância

Uma jovem austríaca de 18 anos resolveu processar os pais pela publicação de fotos da sua infância, em situações que considera estarem a violar a sua privacidade. A questão é polémica, mas em alguns países a lei já definiu limites para estas situações, pondo travão a alguns abusos por parte dos pais.

Pais que publiquem fotos das suas crianças no Facebook podem um dia ver-se confrontados com a revolta dos filhos. Fotografias no banho, na sanita, ou noutras situações privadas, podem no mínimo ser causadoras de desconforto para muitos jovens adultos.

O caso da rapariga austríaca, que não quis revelar a identidade, será um entre vários, mas desta vez atingiu o extremo de a jovem decidir processar os pais porque estes se recusam a retirar as fotos do Facebook.

"Eles não tiveram vergonha, nem limites", disse ao jornal local de língua inglesa The Local. "Eles não queriam saber se era uma foto minha sentada na sanita ou deitada nua no berço. Todas as situações eram fotografadas e tornadas públicas", acrescentou.

A jovem pediu várias vezes aos pais para que retirassem as cerca de 500 fotos suas do Facebook, mas o pedido tem sido sistematicamente recusado.

"Estou cansada de não ser levada a sério pelo meus pais", desabafou para justificar a sua decisão de processar os pais.

O seu advogado, Michael Rami, considera que a legislação está do seu lado e que as imagens publicadas violam o direito de privacidade.

Em 12 anos de existência da rede social Facebook, este género de casos tende a tornar-se mais frequente, daí que em certos países a legislação já esteja bem definida. Em França, por exemplo, a violação da privacidade de um menor pode ser punida com prisão.

O pai da jovem austríaca alega que tem o direito a partilhar as fotos no Facebook porque foi ele que as tirou. O desfecho só será conhecido em novembro, quando o processo for a julgamento.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.