sicnot

Perfil

Mundo

Jovem processa pais por publicarem no Facebook fotos da sua infância

Uma jovem austríaca de 18 anos resolveu processar os pais pela publicação de fotos da sua infância, em situações que considera estarem a violar a sua privacidade. A questão é polémica, mas em alguns países a lei já definiu limites para estas situações, pondo travão a alguns abusos por parte dos pais.

Pais que publiquem fotos das suas crianças no Facebook podem um dia ver-se confrontados com a revolta dos filhos. Fotografias no banho, na sanita, ou noutras situações privadas, podem no mínimo ser causadoras de desconforto para muitos jovens adultos.

O caso da rapariga austríaca, que não quis revelar a identidade, será um entre vários, mas desta vez atingiu o extremo de a jovem decidir processar os pais porque estes se recusam a retirar as fotos do Facebook.

"Eles não tiveram vergonha, nem limites", disse ao jornal local de língua inglesa The Local. "Eles não queriam saber se era uma foto minha sentada na sanita ou deitada nua no berço. Todas as situações eram fotografadas e tornadas públicas", acrescentou.

A jovem pediu várias vezes aos pais para que retirassem as cerca de 500 fotos suas do Facebook, mas o pedido tem sido sistematicamente recusado.

"Estou cansada de não ser levada a sério pelo meus pais", desabafou para justificar a sua decisão de processar os pais.

O seu advogado, Michael Rami, considera que a legislação está do seu lado e que as imagens publicadas violam o direito de privacidade.

Em 12 anos de existência da rede social Facebook, este género de casos tende a tornar-se mais frequente, daí que em certos países a legislação já esteja bem definida. Em França, por exemplo, a violação da privacidade de um menor pode ser punida com prisão.

O pai da jovem austríaca alega que tem o direito a partilhar as fotos no Facebook porque foi ele que as tirou. O desfecho só será conhecido em novembro, quando o processo for a julgamento.

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.