sicnot

Perfil

Mundo

Morreu Padre Gabriele Amorth, provavelmente o exorcista mais célebre do mundo

O sacerdote Gabriele Amorth, provavelmente o exorcista mais célebre do mundo com uma carreira de 30 anos a lutar contra o diabo, morreu com 91 anos em Roma na clínica onde se encontrava internado por problemas pulmonares.


Amorth, que morreu na noite de sexta-feira, segundo informaram hoje os meios de comunicação, explicava que durante a sua vida tinha realizado 70.000 sessões de exorcismos.

Nasceu em 1925 en Modena, uniu-se à Sociedade de São Paulo em 1947, ordenou-se sacerdote em 1951 e em 1985 foi nomeado exorcista oficial da diocese de Roma.

Foi fundador em 1990 da Associação Internacional de Exorcistas (AIE), organização que presidiu até se retirar em 2000 e que só recentemente foi reconhecida juridicamente pelo Vaticano ao ser aprovada pela congregação para o Clero.

Atualmente, a AIE conta com cerca de 250 exorcistas presentes em cerca de 30 países.

O exorcismo é uma oração oficial da Igreja católica na qual se invoca Deus e se exige ao diabo que liberte determinada pessoa.

A morte de Amorth foi confirmada pelo grupo editorial São Paulo, com o qual o sacerdote tinha publicado numerosos livros, incluindo o "Deus é mais belo do que o diabo", em 2015, considerado o seu testamento humano e espiritual.

A nomeação como exorcista oficial fez de Amorth uma celebridade no mundo e nas entrevistas que concedia assegurava que recebia 600 pedidos por dia para celebrar exorcismo.

Lusa

  • Novas buscas no Universo Espírito Santo

    Queda do BES

    O Ministério Público voltou a fazer buscas no âmbito dos processos do Universo Espírito Santo. A SIC sabe que ontem e hoje os investigadores recolheram provas em diversos locais do continente e também na Madeira, nomeadamente em residências, empresas e entidades bancárias.

    Notícia SIC

  • Visitar a região afetada pelo fogos é uma forma de ajudar na recuperação
    3:07
  • Carvalhal do Sapo tenta recuperar a vida normal após incêndio
    2:33

    País

    As populações das aldeias de Góis tentam voltar à normalidade, ao fim de vários dias rodeadas por um grande dispositivo de operacionais. A repórter Cristina Freitas esteve hoje em Carvalhal do Sapo, onde se realizou mais um funeral de uma das vítimas do incêndio de Pedrógão Grande.

  • Falta de médicos e de ofertas de emprego preocupa habitantes da Guarda
    5:13
  • "Do ponto de vista interno a candidatura do Porto é a melhor" 
    0:50

    País

    António Costa admite que a candidatura da cidade do Porto para receber a Agência Europeia do Medicamento seria a melhor para Portugal. No entanto o primeiro-ministro diz que é preciso avaliar se a candidatura do Porto é a que tem mais hipóteses de ganhar, quando comparada com outras cidades europeias. 

  • Depois da "provocação", o acidente em cadeia
    0:43