sicnot

Perfil

Mundo

Morreu Padre Gabriele Amorth, provavelmente o exorcista mais célebre do mundo

O sacerdote Gabriele Amorth, provavelmente o exorcista mais célebre do mundo com uma carreira de 30 anos a lutar contra o diabo, morreu com 91 anos em Roma na clínica onde se encontrava internado por problemas pulmonares.


Amorth, que morreu na noite de sexta-feira, segundo informaram hoje os meios de comunicação, explicava que durante a sua vida tinha realizado 70.000 sessões de exorcismos.

Nasceu em 1925 en Modena, uniu-se à Sociedade de São Paulo em 1947, ordenou-se sacerdote em 1951 e em 1985 foi nomeado exorcista oficial da diocese de Roma.

Foi fundador em 1990 da Associação Internacional de Exorcistas (AIE), organização que presidiu até se retirar em 2000 e que só recentemente foi reconhecida juridicamente pelo Vaticano ao ser aprovada pela congregação para o Clero.

Atualmente, a AIE conta com cerca de 250 exorcistas presentes em cerca de 30 países.

O exorcismo é uma oração oficial da Igreja católica na qual se invoca Deus e se exige ao diabo que liberte determinada pessoa.

A morte de Amorth foi confirmada pelo grupo editorial São Paulo, com o qual o sacerdote tinha publicado numerosos livros, incluindo o "Deus é mais belo do que o diabo", em 2015, considerado o seu testamento humano e espiritual.

A nomeação como exorcista oficial fez de Amorth uma celebridade no mundo e nas entrevistas que concedia assegurava que recebia 600 pedidos por dia para celebrar exorcismo.

Lusa

  • Resgate de mais de 300 migrantes no Mediterrâneo
    2:08
  • 10 Minutos com Eurico Reis
    11:20

    10 Minutos

    Há quatro meses que Portugal é um dos poucos países europeus onde é possível recorrer à gestação de substituição. E há já um casal que teve luz verde para começar os tratamentos. Para um balanço, foi nosso convidado Eurico Reis, juiz desembargador e presidente do Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida, a entidade que autoriza os processos de gestação de substituição.

    Entrevista completa

  • Parlamento discute utilização de animais no circo
    2:01