sicnot

Perfil

Mundo

Feridos de explosão em Nova Iorque já tiveram todos alta

As 29 pessoas que ficaram feridas na sequência da explosão de uma bomba no sábado em Nova Iorque já tiveram alta do hospital, segundo o presidente da câmara daquela cidade norte-americana.


"Não conhecemos as motivações, não sabemos a sua natureza (do ataque)", afirmou Bill de Blasio hoje em conferência de imprensa, citado pela Agência France Presse.

Segundo o autarca ainda não foi possível perceber-se se o ataque teve natureza pessoal ou política.

O engenho explodiu por volta das 8:30 locais de sábado em Chelsea, um dos bairros mais elegantes de Manhattan.

Uma segunda bomba que não chegou a detonar foi encontrada nas proximidades, disse fonte policial.

De acordo com Andrew Cuomo, governador do estado norte-americano, tratou-se de um ato de terrorismo sem qualquer aparente ligação internacional.

A explosão ocorreu nas vésperas da Assembleia Geral das Nações Unidas, pelo que foram mobilizados mais 1.000 polícias "por precaução", sublinhou o governador.

Entretanto, os investigadores não encontraram qualquer ligação entre a explosão em Nova Iorque e um ataque com arma branca no Minnesota, com oito feridos, ocorridos ambos no sábado.

"Até ao momento não há nenhuma prova que sugira uma ligação" entre os dois ataques, disse o chefe da polícia de St. Cloud, no norte do estado do Minnesota, William Blair Anderson, em declarações à estação de televisão CNN.

O ataque com arma branca, que ocorreu num centro comercial, foi reivindicado pelo autoproclamado Estado Islâmico. A explosão em Nova Iorque não foi reivindicada.

Lusa

  • O perfil do homicida de Barcelos
    2:42

    País

    Adelino Gomes Briote já tinha sido condenado por ofensas à integridade física da sogra e de uma filha. Em seis meses esta foi a segunda vez que o homem acusado do quádruplo homicídio em Barcelos esteve perante a justiça.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.

  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.

  • Guerra na Síria não dá tréguas
    1:51

    Mundo

    Na Síria e ao mesmo tempo que decorrem novas negociações de paz, a guerra não dá tréguas. As imagens mostram o resultados dos últimos raides aéreos nos subúrbios de Damasco. O balanço provisório é de mais de 30 mortos e pelo menos 50 feridos.