sicnot

Perfil

Mundo

Quase 28 mil professores turcos despedidos em purga do Governo de Ancara

Quase 28 mil professores foram despedidos na Turquia, por suspeita de ligações aos rebeldes curdos ou ao grupo de Fethullah Gülen, considerado o instigador do golpe falhado de 15 julho, anunciou esta segunda-feira o vice-primeiro-ministro turco.

Dos 850 mil professores na Turquia, "27.715 foram despedidos, 9.465 foram suspensos de funções temporariamente e 455 foram recolocados em funções", indicou o vice-primeiro-ministro, Nurettin Canikli, numa conferência de imprensa em Ancara, no dia em que recomeça o ano escolar turco.

Durante a manhã, mais de 18 milhões de alunos turcos voltaram à escola após as férias de Verão, marcado por um golpe de Estado falhado a 15 de julho, que causou a morte de pelo menos 270 pessoas e deixou feridas quase duas mil outras.

Um fotógrafo da agência France Presse relatou que à chegada à escola cada um dos alunos recebeu uma brochura sobre "o triunfo da democracia a 15 julho e em memória dos mártires", um documento preparado pelo ministério da Educação.

Também cumpriram um minuto de silêncio "em homenagem aos mártires", antes de terem rezado por eles, seguindo as instruções do ministério.

É o primeiro regresso às aulas depois das purgas na administração turca que se seguiu ao golpe falhado, destinadas a "limpar" a influência dos elementos associados ao antigo pregador Fethullah Gülen, exilado nos Estados Unidos desde 1999.

Lusa

  • Jovem que morreu numa estância de esqui em Espanha sofreu um aneurisma
    1:26
  • Cunhado do Rei de Espanha em liberdade sem caução

    Mundo

    Inaki Urdangarin vai mesmo aguardar o desenrolar do recurso em liberdade na Suíça, onde o marido da Infanta Cristina tem residência oficial e onde terá de se apresentar às autoridades uma vez por mês, para além de estar obrigado a comunicar qualquer deslocação fora da Europa. De fora fica ainda o pagamento da caução de 200 mil euros pedida pelo Ministério Público espanhol.

  • Três letras de Zeca Afonso

    Cultura

    No dia em que se assinalam 30 anos da morte de Zeca Afonso, Raquel Marinho, jornalista da SIC e divulgadora de poesia portuguesa contemporânea, escolhe três letras do cantor e autor para dizer, em forma de homenagem.

    Raquel Marinho

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • "Isto é uma mentira e tem carimbo de Estado"
    2:12

    Opinião

    O preço das botijas de gás em Portugal duplicou nos últimos 15 anos. José Gomes Ferreira esteve no Jornal da Noite, da SIC, onde explicou este aumento, lembrando que a classe política prometeu que se houvesse mais empresas a operar no mercado, os preços desciam. Contudo, José Gomes Ferreira diz que "isto é uma mentira e tem carimbo de Estado". O Diretor-Adjunto de Informação SIC explicou que como o mercado é livre, os operadores vendem aos preços mais altos que podem, deste modo os preços não variam muito entre uns e outros.

    José Gomes Ferreira