sicnot

Perfil

Mundo

Quase 28 mil professores turcos despedidos em purga do Governo de Ancara

Quase 28 mil professores foram despedidos na Turquia, por suspeita de ligações aos rebeldes curdos ou ao grupo de Fethullah Gülen, considerado o instigador do golpe falhado de 15 julho, anunciou esta segunda-feira o vice-primeiro-ministro turco.

Dos 850 mil professores na Turquia, "27.715 foram despedidos, 9.465 foram suspensos de funções temporariamente e 455 foram recolocados em funções", indicou o vice-primeiro-ministro, Nurettin Canikli, numa conferência de imprensa em Ancara, no dia em que recomeça o ano escolar turco.

Durante a manhã, mais de 18 milhões de alunos turcos voltaram à escola após as férias de Verão, marcado por um golpe de Estado falhado a 15 de julho, que causou a morte de pelo menos 270 pessoas e deixou feridas quase duas mil outras.

Um fotógrafo da agência France Presse relatou que à chegada à escola cada um dos alunos recebeu uma brochura sobre "o triunfo da democracia a 15 julho e em memória dos mártires", um documento preparado pelo ministério da Educação.

Também cumpriram um minuto de silêncio "em homenagem aos mártires", antes de terem rezado por eles, seguindo as instruções do ministério.

É o primeiro regresso às aulas depois das purgas na administração turca que se seguiu ao golpe falhado, destinadas a "limpar" a influência dos elementos associados ao antigo pregador Fethullah Gülen, exilado nos Estados Unidos desde 1999.

Lusa

  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40

    Economia

    Carlos Moedas diz que Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas a propósito da saída do procedimento por défice excessivo. Em entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, o comissário europeu levanta dúvidas sobre a renegociação da dívida e garante que a escolha de Mário Centeno para a liderança do Eurogrupo vai depender do entendimento dos países do euro.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.