sicnot

Perfil

Mundo

ONU suspende ajuda humanitária na Síria

© Umit Bektas / Reuters

As Nações Unidas anunciaram que vão suspender toda a ajuda humanitária na Síria depois de camiões da ONU terem sido alvo de um ataque aéreo, próximo de Aleppo. A coluna humanitária tinha as autorizações necessárias, também a Rússia e os Estados Unidos tinham sido notificados, informou um porta-voz da ONU.

De acordo com as agências de notícias internacionais, 18 dos 31 camiões da coluna humanitária que transportava farinha, roupas de inverno, e medicamentos, ficaram totalmente destruídos nos bombardeamentos.

Um funcionário do Crescente Vermelho está entre os pelo menos 12 civis mortos no ataque. O presidente do Comité Internacional da Cruz Vermelha, Peter Maurer, descreveu o ataque como "uma violação flagrante da lei internacional da ajuda humanitária".

Os Estados Unidos também manifestaram "indignação" com o ataque, que teve lugar na cidade de Urum al-Kubra, horas de depois do exército sírio ter declarado que as forças russas e norte-americanas tinham quebrado o cessar-fogo.

Washington anunciou que vai "reavaliar as perspetivas futuras de cooperação com a Rússia", país aliado do Governo da Síria.

  • Pelo menos 12 mortos em ataque a coluna humanitária da ONU
    2:19

    Mundo

    Uma coluna de ajuda humanitária foi atingida por ataques aéreos a poucos quilómetros de Aleppo, na Síria. Pelo menos 12 voluntários morreram, naquele que foi o primeiro grande ataque depois do fim do cessar fogo negociado entre Rússia e Estados Unidos. As Nações Unidas expressaram indignação perante o ataque a avisaram que se tiver sido intencional, representa um crime de guerra.

  • Terminou o cessar-fogo na Síria
    1:43

    Mundo

    A confirmaçao oficial do fim do cessar-fogo veio de Damasco. O Presidente Assad disse também esta segunda-feira que o ataque dos Estados Unidos foi uma "agressão flagrante". O raide que matou soldados sírios em Deir al-Zor gerou uma troca de acusações envolvendo a Rússia.

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.