sicnot

Perfil

Mundo

ONU suspende ajuda humanitária na Síria

© Umit Bektas / Reuters

As Nações Unidas anunciaram que vão suspender toda a ajuda humanitária na Síria depois de camiões da ONU terem sido alvo de um ataque aéreo, próximo de Aleppo. A coluna humanitária tinha as autorizações necessárias, também a Rússia e os Estados Unidos tinham sido notificados, informou um porta-voz da ONU.

De acordo com as agências de notícias internacionais, 18 dos 31 camiões da coluna humanitária que transportava farinha, roupas de inverno, e medicamentos, ficaram totalmente destruídos nos bombardeamentos.

Um funcionário do Crescente Vermelho está entre os pelo menos 12 civis mortos no ataque. O presidente do Comité Internacional da Cruz Vermelha, Peter Maurer, descreveu o ataque como "uma violação flagrante da lei internacional da ajuda humanitária".

Os Estados Unidos também manifestaram "indignação" com o ataque, que teve lugar na cidade de Urum al-Kubra, horas de depois do exército sírio ter declarado que as forças russas e norte-americanas tinham quebrado o cessar-fogo.

Washington anunciou que vai "reavaliar as perspetivas futuras de cooperação com a Rússia", país aliado do Governo da Síria.

  • Pelo menos 12 mortos em ataque a coluna humanitária da ONU
    2:19

    Mundo

    Uma coluna de ajuda humanitária foi atingida por ataques aéreos a poucos quilómetros de Aleppo, na Síria. Pelo menos 12 voluntários morreram, naquele que foi o primeiro grande ataque depois do fim do cessar fogo negociado entre Rússia e Estados Unidos. As Nações Unidas expressaram indignação perante o ataque a avisaram que se tiver sido intencional, representa um crime de guerra.

  • Terminou o cessar-fogo na Síria
    1:43

    Mundo

    A confirmaçao oficial do fim do cessar-fogo veio de Damasco. O Presidente Assad disse também esta segunda-feira que o ataque dos Estados Unidos foi uma "agressão flagrante". O raide que matou soldados sírios em Deir al-Zor gerou uma troca de acusações envolvendo a Rússia.

  • Centro comercial em Manchester evacuado

    Mundo

    Um centro comercial foi evacuado esta manhã, no centro de Manchester. Testemunhas dizem ter ouvido um "grande estrondo". O incidente acontece horas depois do ataque na Manchester Arena, no final da atuação da cantora Ariana Grande, no qual morreram pelo menos 22 pessoas. O espaço comercial em Manchester foi entretanto reaberto. A polícia começou a retirar o cordão de segurança, pouco tempo depois de ser dado o alerta. Uma pessoa foi detida.

  • Dois em cada três idosos em Portugal são sedentários

    País

    É a camada da população mais inativa e com comportamentos que revelam um estilo de vida menos saudável, segundo um estudo divulgado hoje, que analisou os dados de mais de 10.600 portugueses representativos da população, entre os quais mais de 2.300 pessoas com mais de 65 anos.

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.