sicnot

Perfil

Mundo

Presidente do Panamá diz que evasão fiscal é um problema mundial

© Eduardo Munoz / Reuters

O aparecimento de uma nova lista de sociedades offshore nas ilhas Bahamas mostra que a evasão fiscal é um problema em todo o mundo e não apenas do Panamá, disse esta sexta-feira o Presidente deste país, Juan Carlos Varela.

"Os Documentos do Panamá foram principalmente um tema mediático e expuseram um problema global. Colocou-se-lhe o nome do Panamá, porque foi uma empresa panamiana que sofreu a subtração de informação, mas o tema da evasão fiscal é um problema global", afirmou Varela a jornalistas.

O Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação (ICIJ, na sigla em inglês) divulgou informação, na quarta-feira, oriunda de uma nova fuga, com mais de 175 mil empresas 'offshore' nas Bahamas.

A divulgação desta informação ocorre cinco meses depois de se conhecerem os Documentos do Panamá, que revelaram a contratação dos serviços do escritório de advogados panamiano Mossack Fonseca, por centenas de personalidades de todo o mundo, para a abertura de sociedades offshore em vários paraísos fiscais.

Lusa

  • Primo de Sócrates já foi notificado
    1:48
  • Santana Lopes espera mais diálogo com António Costa
    0:40

    País

    Pedro Santana Lopes espera que o primeiro-ministro dialogue mais com o novo líder do PSD do que o que tem dialogado com Passos Coelho. O candidato à liderança dos social-democratas criticou ainda Rui Rio por ainda não se ter mostrado disponível para um debate.

  • Rui Rio defende o diálogo com todos os partidos
    0:37

    País

    Rui Rio defende o diálogo com todos os partidos com assento parlamentar e não apenas com o Governo. As declarações do candidato à liderança do PSD surgiram em resposta a António Costa que, em entrevista, disse que acredita que a relação com os social-democratas vai melhorar com a nova liderança.

  • Morreu o jornalista Pedro Rolo Duarte

    País

    Morreu Pedro Rolo Duarte. O jornalista tinha 53 anos e não resistiu a um cancro. Pedro Rolo Duarte estava internado nos cuidados paliativos do Hospital da Luz, em Lisboa. Trabalhou em imprensa, na rádio e na televisão.