sicnot

Perfil

Mundo

Guterres, o mais votado pela quinta vez

Guterres, o mais votado pela quinta vez

António Guterres voltou a ganhar a votação secreta informal para secretário-geral das Nações Unidas. O antigo primeiro-ministro português e ex-comissário da ONU para os refugiados voltou a obter 12 votos de encorajamento, um sem opinião e apenas dois desfavoráveis.

  • António Monteiro considera que mérito foi um critério na votação de Guterres
    0:46

    Mundo

    O antigo embaixador português junto da ONU considera que existe um consenso em torno da eleição de António Guterres. António Monteiro diz que a votação desta segunda-feira é um sinal que os membros do Conselho não tiveram em conta alegadas pressões para que o próximo secretário-geral da ONU fosse uma mulher ou alguém da Europa de leste.

  • "António Guterres tem a grande vantagem de ser de um país pequeno"
    9:19

    Ricardo Costa

    Ricardo Costa esteve no Jornal das 7 da SIC Noticias, onde comentou a vitória de António Guterres na quinta votação informal para secretário-geral da ONU. Ricardo Costa falou sobre os votos de desencorajamento que Guterres recebeu e que o importante é que nenhum destes votos é de um dos membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU. Disse que se houver um voto de desencorajamento dos EUA, China, Inglaterra, França ou Rússia, nenhum candidato tem hipótese de avançar. Ricardo Costa comentou ainda o facto de António Guterres ser de um país pequeno e que isso podia ser uma vantagem.

  • Prisão preventiva para marroquino suspeito de apoiar o Daesh

    País

    O juiz do Tribunal Central de Instrução Criminal impôs esta quinta-feira prisão preventiva ao cidadão marroquino, detido na Alemanha e entregue a Portugal, suspeito de adesão e apoio ao grupo extremista Daesh e recrutamento e financiamento ao terrorismo.

  • "A isto chama-se pura hipocrisia"
    1:13

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho classifica a atuação do Governo na gestão da Caixa Geral de Depósitos como um "manual de cinismo político insuportável", declarações feitas pelo líder do PSD durante a reunião do Conselho Nacional em Lisboa.