sicnot

Perfil

Mundo

Dois mortos em bombardeamentos aos principais hospitais de Alepo na Síria

Dois mortos em bombardeamentos aos principais hospitais de Alepo na Síria

Pelo menos duas pessoas morreram esta quarta-feira durante os bombardeamentos aos dois principais hospitais da parte rebelde da cidade síria de Alepo.

Os ataques destruíram geradores, cortaram a água e o fornecimento de oxigénio dos hospitais, e os edifícios ficaram severamente danificados.

Dos seis hospitais de Alepo, apenas três conseguem atualmente acudir a emergências numa cidade onde vivem 250 mil pessoas, muitas delas civis.

Os ataques aéreos têm estado a ser atribuídos às força governamentais, apoiadas pela aviação russa, mantêm várias frentes de combate na cidade, dividida entre a parte controlada pelos rebeldes e as forças governamentais.

  • Um retrato devastador do "pior dia do ano"
    2:47
  • Um olhar sobre a tragédia através das redes sociais
    3:22
  • "Estão a gozar com os portugueses, esta abordagem tem de mudar"
    6:45

    Opinião

    José Gomes Ferreira acusa as autoridades e o poder político de continuarem a abordar o problema da origem dos fogos de uma forma que considera errada. Em entrevista, no Primeiro Jornal, o diretor adjunto da SIC, considera que a causa dos fogos "é alguém querer que a floresta arda". José Gomes Ferreira sublinha que não se aprendeu com os erros e que "estão a gozar com os portugueses".

    José Gomes Ferreira

  • "Os portugueses dispensam um chefe de Governo que lhes diz que isto vai acontecer outra vez"
    6:32

    Opinião

    Perante o cenário provocado pelos incêndios, os portugueses querem um chefe de Governo que lhes diga como é que uma tragédia não volta a repetir-se e não, como disse António Costa, que não tem uma fórmula mágica para resolver o problemas dos fogos florestais. A afirmação é de Bernardo Ferrão, da SIC, que questiona ainda a autoridade da ministra da Administração Interna para ir a um centro de operações, uma vez que é contestada por toda a gente.

  • Portugal precisa de "resultados em contra-relógio, após décadas de desordenamento florestal"
    1:18