sicnot

Perfil

Mundo

Erupção de vulcão na Indonésia leva à retirada de 400 turistas de montanha

Reuters

Equipas de resgate foram hoje mobilizadas na Indonésia para retirar cerca de 400 turistas de uma montanha muito procurada para o "trekking", uma modalidade de caminhada, após a erupção de um vulcão, noticia a AFP.

A erupção do monte Barujai começou na tarde de terça-feira, com a expelição de fumo e cinzas a cerca de dois quilómetros nos céus da ilha de Lombok, a este da ilha de Bali, disse um porta-voz da agência nacional de gestão das catástrofes naturais, Sutopo Purvo Nugroho.

Quase 400 pessoas estavam perto do monte Barujani, um cone vulcânico na cratera do vulcão Rinjani, com 3.726 metros de altitude.

"Uma equipa de socorro foi destacada para o monte Rinjani para retirar os turistas. Os socorristas partiram hoje de manhã", disse o porta-voz à AFP.

As autoridades recomendaram aos caminhantes para ficarem a pelo menos três quilómetros do vulcão em erupção, que constitui uma atração no programa de 'trekking' de vários dias realizado anualmente por milhares de turistas até ao cume do monte Rinjani.

Nugroho precisou que 389 pessoas, a maioria estrangeiras, entraram desde domingo no parque nacional onde fica situado o monte Rinjani, um dos 129 vulcões ativos no arquipélago situado no "anel de fogo do Pacífico", e que alguns poderão ter-se aventurado fora dos trilhos oficiais.

O nível de alerta do vulcão foi elevado na terça-feira, mas mantinha-se hoje a dois níveis da categoria mais elevada.

As cinzas expelidas pelo vulcão não causaram perturbações no tráfego aéreo hoje, informou um porta-voz do Ministério dos Transportes, Hemi Pramuraharjo, questionado pela AFP.

Alguns voos com destino e a partir da ilha de Bali foram cancelados durante a noite, mas o aeroporto de Lombok não foi afetado.

Uma erupção no monte Rinjani em agosto levou ao encerramento do aeroporto de Lombok e causou perturbações nos voos para Bali.

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Desporto

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Desporto

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.

  • Mais cinco ilhas dos Açores sob aviso vermelho

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou esta quarta-feira para vermelho o aviso para as cinco ilhas do grupo central dos Açores, onde no Faial o vento atingiu os 150 quilómetros por hora.

  • Votações sobre o mapa judiciário geram tensão no Parlamento
    2:01

    País

    O momento das votações no Parlamento ficou marcado por alguma tensão. Depois de aprovadas, em comissão, as alterações ao mapa judiciário, o PSD opôs-se a que o diploma fosse votado em plenário, uma vez que não fazia parte da versão inicial do guião de votações. A esquerda acusou os sociais-democratas de terem motivações estritamente políticas e não regimentais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • As primeiras palavras de um dos sobreviventes da Chapecoense
    0:29
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.