sicnot

Perfil

Mundo

Centenas de presos amotinam-se e fogem de penitenciária no Brasil

Cerca de 200 reclusos de uma prisão na cidade brasileira de Jardinópolis, interior do Estado de São Paulo, amotinaram-se esta quinta-feira e fugiram da cadeia, anunciou a polícia local.

A polícia brasileira informou entretanto que pelo menos uma centena dos fugitivos já tinha sido capturada.

A fuga em massa aconteceu depois de os reclusos terem ateado fogo a colchões e de terem assumido o controlo de parte da penitenciária.

A Secretária da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo (SAP) informou num comunicado que "durante uma busca de rotina, os presos iniciaram um tumulto. Não houve reféns. A situação já está sob controlo".

A SAP refere no mesmo comunicado que os fugitivos capturados foram enviados para uma outra prisão na cidade de Ribeirão Preto, perto Jardinópolis.

Com capacidade para 1.080 presos, a Penitenciária de Jardinópolis albergava 1.864 detentos no momento do motim.

A sobrelotação nas prisões brasileiras é uma das causas recorrentes de rebeliões no maior país da América do Sul.

Lusa

  • Marcelo saúda "forma rápida" como Conselho de Ministros "tratou de tudo"
    1:03

    País

    O Presidente da República lembra que é preciso convergência de forma a adotar rapidamente as medidas mais urgentes do plano de emergência. No concelho de Tábua, Marcelo Rebelo de Sousa destacou ainda os esforços do Conselho de Ministros, mas lembrou que as medidas anunciadas são apenas o início de um processo e não o fim.