sicnot

Perfil

Mundo

Governo desconhece vítimas portuguesas em acidente de comboio em Nova Jérsia

Twitter User @Cephster via AP

O Governo português desconhece, até ao momento, se há portugueses envolvidos no acidente de comboio que ocorreu hoje em Nova Jérsia, nos Estados Unidos, mas mantém-se "a acompanhar a situação, através dos serviços consulares".

A informação foi hoje adiantada aos jornalistas pelo secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro.

"De acordo com as nossas responsabilidades, acompanhamos, com os nossos serviços consulares, a dimensão do acidente e para verificar se há ou não portugueses", disse o governante, que lamentou os acontecimentos.

José Luís Carneiro adiantou que as autoridades portuguesas darão "informação pública" à medida que existam novos dados sobre o sucedido.

Um acidente de comboio em Hoboken, nos arredores de Nova Iorque, provocou hoje, segundo a imprensa local, mais de 100 feridos.

As primeiras imagens divulgadas mostram uma parte do comboio sobre a plataforma na estação de Hoboken, em Nova Jérsia. De acordo com as cadeias de televisão ABC e CNN, há mais de 100 feridos.

Lusa

  • Debate quinzenal com o primeiro-ministro

    País

    A situação económica e financeira foi o tema escolhido pelo Governo, mas a polémica da descida da Taxa Social Única dominará certamente a discussão na Assembleia da República. Veja aqui em direto e participe no Minuto a Minuto Parlamento Global/SIC.

    Direto

  • MIT quer humanos a ajudar máquinas a decidir (quem morre)

    Mundo

    A "Máquina Moral" é uma plataforma online que recolhe a perspetiva humana em decisões que terão de ser tomadas por uma máquina. Por exemplo, quando um carro sem condutor se depara com o dilema do mal menor: em quem acertar - para evitar outros - num acidente de viação.

  • Daesh transforma drones em bombardeiros 

    Daesh

    As estratégias de combate do Daesh têm vindo a sofrer alterações, bem como a capacidade das forças militares iraquianas para confrontar e derrotar o inimigo. De acordo com o responsável do Exército dos EUA Brett Sylvia, comandante militar no Iraque, a tática mais recente desenvolvida pelo Daesh consiste em usar drones de uso comercial em pequenos bombardeiros, capazes de transportar e lançar granadas.