sicnot

Perfil

Mundo

Agentes armados nos metros e comboios de França a partir de sábado

© Pascal Rossignol / Reuters

Agentes armados, à paisana, passam a poder circular nos comboios e metropolitanos de França a partir de sábado, uma medida que se insere no reforço da segurança face à ameaça de atentados.

A autorização oficial foi publicada hoje, mas a medida faz parte de um pacote legislativo sobre segurança nos transportes aprovado pela Assembleia Nacional em março.

O texto prevê "a extensão da dispensa do uso de farda" e a "possibilidade de porte de arma com dispensa do uso de farda" para os agentes dos serviços de segurança dos caminhos-de-ferro franceses, SNCF, e dos transportes de Paris, RATP.

Os agentes em causa têm de ter tido formação específica e fazer parte dos serviços de segurança da SNCF ou RATP há pelo menos cinco anos.

Em agosto de 2015, passageiros de um comboio de alta velocidade Thalys, que fazia a ligação Amesterdão-Paris, conseguiram manietar um homem armado que pretendia perpetrar um ataque.

Três meses depois, França sofreu os piores ataques terroristas, com ataques coordenados em Paris que fizeram 238 mortos.

Já este ano, em março, a Bélgica foi palco de ataques terroristas perpetrados no sistema de transportes da capital, com 32 mortos e 340 feridos em atentados perpetrados no aeroporto e no metropolitano.

Lusa

  • PSD e CDS admitem chamar António Costa à nova Comissão de Inquérito à CGD
    2:37

    Caso CGD

    PSD e CDS admitem chamar o primeiro-ministro à nova Comissão de Inquérito à CGD. Apesar de ser uma hipótese, a SIC sabe que os dois partidos ainda estão a definir o objeto do inquérito e, por isso, afirmam que é prematuro falar sobre eventuais audições. Seja como for, António Costa voltou esta segunda-feira a dizer que o assunto está encerrado.

  • Venda do Novo Banco terá que ser negociada em Bruxelas
    0:43

    Economia

    A venda do Novo Banco vai ter que ser negociada com Bruxelas, uma vez que o Lone Star planeia agora ficar com 65% da instituição, obrigando o Estado a manter uma posição no banco. O ministro das Finanças lembra que esta também era uma possibilidade mas salienta que o assunto está nas mãos do Banco de Portugal.

  • O atentado na Suécia inventado por Donald Trump
    2:12
  • Primeiro-ministro sueco "surpreendido" com as declarações de Trump
    0:53

    Mundo

    O primeiro-ministro sueco ficou surpreendido com as declarações de Donald Trump, que, no fim de semana, se referiu a um suposto ataque terrorista no país escandinavo, relacionado com a imigração. Stefan Löfven fala na responsabilidade de usar os factos correctamente e diz que é preciso verificar a informação que é divulgada.

  • Angelina emociona-se ao falar da separação de Brad Pitt
    1:25
  • Modelo obrigada a prometer que não volta a arriscar a vida numa sessão fotográfica
    1:46