sicnot

Perfil

Mundo

Agentes armados nos metros e comboios de França a partir de sábado

© Pascal Rossignol / Reuters

Agentes armados, à paisana, passam a poder circular nos comboios e metropolitanos de França a partir de sábado, uma medida que se insere no reforço da segurança face à ameaça de atentados.

A autorização oficial foi publicada hoje, mas a medida faz parte de um pacote legislativo sobre segurança nos transportes aprovado pela Assembleia Nacional em março.

O texto prevê "a extensão da dispensa do uso de farda" e a "possibilidade de porte de arma com dispensa do uso de farda" para os agentes dos serviços de segurança dos caminhos-de-ferro franceses, SNCF, e dos transportes de Paris, RATP.

Os agentes em causa têm de ter tido formação específica e fazer parte dos serviços de segurança da SNCF ou RATP há pelo menos cinco anos.

Em agosto de 2015, passageiros de um comboio de alta velocidade Thalys, que fazia a ligação Amesterdão-Paris, conseguiram manietar um homem armado que pretendia perpetrar um ataque.

Três meses depois, França sofreu os piores ataques terroristas, com ataques coordenados em Paris que fizeram 238 mortos.

Já este ano, em março, a Bélgica foi palco de ataques terroristas perpetrados no sistema de transportes da capital, com 32 mortos e 340 feridos em atentados perpetrados no aeroporto e no metropolitano.

Lusa

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.

  • Atividade económica regista crescimento

    Economia

    A atividade económica portuguesa está a crescer ao maior ritmo dos últimos 17 anos. O crescimento registado em setembro é o mais elevado desde janeiro de 2000. Já o consumo privado registou uma diminuição face a agosto.

    SIC