sicnot

Perfil

Mundo

FARC dispostas a dar "um arranjo" no acordo de paz rejeitado

© Reuters

O líder dos guerrilheiros das FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) disse esta segunda-feira que está disposto a dar "um arranjo" no acordo de paz assinado com o Governo, um documento rejeitado no domingo, em plebiscito, pelos colombianos.

O resultado do plebiscisto "enche-nos de entuasiasmo, torna-nos mais empenhados, porque há várias formas de os ler [os resultados] e temos de os analizar para ver o que é que precisa de ser arranjado", disse Rodrigo Londoño, mais conhecido por Timoleon "Timochenko" Jiménez, numa entrevista a partir de Havana, a cidade onde decorreram, nos últimos quatro anos, as negociações de paz.

O "não" ao acordo de paz assinado entre as FARC e o governo do presidente Juan Manuel Santos ganhou o plebiscito de domingo com 50,21 por cento dos votos, numa consulta em que a abstenção superou os 62% do eleitorado.

O histórico acordo, assinado na segunda-feira passada em Cartagena por Juan Manuel Santos e pelo comandante supremo das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), Rodrigo Londoño, prevê, entre mais de 150 pontos, prazos e locais para o desarmamento das guerrilhas.

Apesar de a constituição colombiana não exigir uma consulta ao eleitorado colombiano, o Presidente insistiu num plebiscito, que classificou como "provavelmente a decisão de voto mais importante" que cada um dos colombianos teria de tomar em toda a sua vida.

A pergunta colocada aos colombianos foi: "Apoia o acordo final para o fim do conflito e a construção de uma paz estável e duradoura?".

Lusa

  • Presidente do Tondela diz que clube foi humilhado
    1:26

    Desporto

    O presidente do Tondela participou esta segunda-feira na conferência de imprensa após o jogo da 23.ª jornada da I Liga com o Sporting. Gilberto Coimbra criticou o árbitro do encontro João Capela, e diz que o tempo de compensação dado a mais foi por uma falta que não foi assinalada sobre um jogador do Tondela, Bruno Monteiro.

  • Último golo do Sporting ao Tondela "é legal e limpinho" 
    0:41

    Desporto

    Jorge Jesus entende que a vitória desta segunda-feira do Sporting frente ao Tondela não merece contestação e destaca o facto de o árbitro ter avisado os jogadores que iria prolongar o tempo extra. Para o treinador dos leões, o golo no minuto 99' é legal. 

  • Deputados pedem medidas urgentes para travar exploração de urânio junto à fronteira
    3:06

    País

    Um projeto de exploração de urânio no município de Retortilho em Salamanca, a cerca de 40 quilómetros da fronteira portuguesa, está a causar preocupação nos dois países. Portugueses e espanhóis temem o risco de contaminação por via aérea e fluvial. Deputados portugueses visitaram o local, onde pediram medidas firmas e urgentes ao Governo para travar o projeto. As autoridades de Espanha não acionaram o mecanismo de avaliação ambiental partilhada.

  • Mulher enterrada viva no Brasil
    1:13

    Mundo

    Uma mulher de 37 anos terá sido enterrada viva no oeste da Bahia, no Brasil. A certidão de óbito aponta um choque séptico como a causa da morte, mas os ferimentos com que foi encontrada no interior do caixão indicam um possível erro. Os moradores de casas vizinhas do cemitério municipal onde Rosângela dos Santos foi enterrada ouviram gritos vindos do túmulo.

  • "Os Estados Unidos são uma sociedade de pistoleiros"
    3:47
  • Trump desafia Oprah a candidatar-se para ser derrotada

    Mundo

    Apesar de Oprah Winfrey ter excluído uma eventual candidatura às eleições presidenciais dos Estados Unidos da América, Donald Trump ainda não se esqueceu dos rumores e desafiou a apresentadora a candidatar-se em 2020. Através do Twitter, o Presidente norte-americano disse ainda que assim poderia ser "exposta e derrotada como todos os outros".

    SIC