sicnot

Perfil

Mundo

FARC dispostas a dar "um arranjo" no acordo de paz rejeitado

© Reuters

O líder dos guerrilheiros das FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) disse esta segunda-feira que está disposto a dar "um arranjo" no acordo de paz assinado com o Governo, um documento rejeitado no domingo, em plebiscito, pelos colombianos.

O resultado do plebiscisto "enche-nos de entuasiasmo, torna-nos mais empenhados, porque há várias formas de os ler [os resultados] e temos de os analizar para ver o que é que precisa de ser arranjado", disse Rodrigo Londoño, mais conhecido por Timoleon "Timochenko" Jiménez, numa entrevista a partir de Havana, a cidade onde decorreram, nos últimos quatro anos, as negociações de paz.

O "não" ao acordo de paz assinado entre as FARC e o governo do presidente Juan Manuel Santos ganhou o plebiscito de domingo com 50,21 por cento dos votos, numa consulta em que a abstenção superou os 62% do eleitorado.

O histórico acordo, assinado na segunda-feira passada em Cartagena por Juan Manuel Santos e pelo comandante supremo das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), Rodrigo Londoño, prevê, entre mais de 150 pontos, prazos e locais para o desarmamento das guerrilhas.

Apesar de a constituição colombiana não exigir uma consulta ao eleitorado colombiano, o Presidente insistiu num plebiscito, que classificou como "provavelmente a decisão de voto mais importante" que cada um dos colombianos teria de tomar em toda a sua vida.

A pergunta colocada aos colombianos foi: "Apoia o acordo final para o fim do conflito e a construção de uma paz estável e duradoura?".

Lusa

  • Cristas acusa Costa de mentir sobre acordo da concertação social
    3:01

    Economia

    A presidente do CDS acusou esta terça-feira o primeiro-ministro de mentir no debate quinzenal, ao dizer que o acordo da concertação social já estava assinado. Foi o momento mais aceso, com Assunção Cristas a dizer que António Costa não tem condições para chefiar o Governo.

  • Trump prestará juramento com a duas bíblias

    Mundo

    Donald Trump prestará juramento, na próxima sexta-feira, como o 45.º Presidente dos Estados Unidos, usando duas Bíblias - a sua, oferecida pela sua mãe, e a que Abraham Lincoln usou na sua posse, há 150 anos.

  • Medalha idêntica à de Anne Frank encontrada em campo nazi

    Mundo

    Um grupo de investigadores encontrou uma medalha praticamente igual à de Anne Frank, nas escavações ao campo nazi de extermínio Sobibor, na Polónia. Os especialistas do Memorial do Holocausto Yad Vashem em Israel acreditam que a medalha pertencia a Karoline Cohn, que pode ter conhecido Anne Frank.

  • Esta foto pode salvar a sua vida

    Mundo

    Podemos até estar familiarizados com os sinais do cancro da mama, mas quando se trata de identificar sintomas visuais nos nossos próprios seios, já não é tão fácil. Por isto, uma designer resolveu mostrar como descobrir sinais através de uma ajuda improvável: limões.

    Rita Ferro Alvim