sicnot

Perfil

Mundo

Nobel da Medicina destaca importância de estabelecer desafios

Reuters

O japonês Yoshinori Ohsumi, hoje distinguido com o Nobel da Medicina pela descoberta do mecanismo de autofagia celular, destacou a importância de "estabelecer desafios" embora "nem toda a investigação científica possa resultar em êxito".

"É uma honra poder ser valorizado desta maneira porque eu fiz um estudo de medicina básica. Este prémio é o maior motivo de alegria e satisfação para um cientista", explicou aos jornalistas o biólogo japonês de 71 anos após saber que o Instituto Karolinska de Estocolmo o tinha premiado com o Nobel da Medicina.

Ohsumi, que trabalha no Instituto de Tecnologia de Tóquio, foi distinguido por descobrir o processo de degradação e reciclagem dos componentes celulares, conhecido como "autofagia".

Reuters

"Aos jovens gostaria de dizer que nem toda a investigação pode ter êxito, mas é importante definir um desafio", afirmou o biólogo, que reconheceu que a sua descoberta teve muito a ver com sorte.

Quanto à sua motivação, Ohsumi, sexto Nobel da Medicina nascido no Japão, afirmou que sempre quis estudar "matérias que não foram estudadas por outros cientistas", segundo declarações recolhidas pelo canal público NHK.

Yoshinori Ohsumi nasceu em 1945 em Fukuoka, no Japão e terminou o seu doutoramento na Universidade de Tóquio em 1974.

Após três anos na Universidade Rockefeller, em Nova Iorque, regressou à Universidade de Tóquio, onde estabeleceu a sua equipa de investigação, em 1988.

  • Descobertas de Oshumi "levaram a um novo paradigma"
    0:18

    Mundo

    O japonês Yoshinori Ohsumi recebu o Nobel da Medicina pelas suas investigações sobre os mecanismos da autofagia, um processo fundamental na degradação e reciclagem dos componentes celulares. Segundo o júri do Nobel, as descobertas de Oshumi "levaram a um novo paradigma na compreensão de como a célula recicla o seu conteúdo"."As suas descobertas abriram o caminho à compreensão da importância fundamental da autofagia em muitos processos fisiológicos, como a adaptação à fome ou a resposta à infeção. As mutações nos genes da autofagia podem provocar doenças e o processo autofágico está envolvido em diversos problemas, incluindo o cancro e a doença neurológica.

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.