sicnot

Perfil

Mundo

Pentágono confirma bombardeamento contra líder da Al-Qaeda na Síria

O Departamento da Defesa dos Estados Unidos confirmou na segunda-feira o ataque contra o egípcio Abu al-Faraj al-Masri, um alto comandante da Al-Qaeda na Síria, apesar de não ter especificado se morreu.

"Forças norte-americanas levaram a cabo um ataque aéreo perto de Idlib, Síria, com o egípcio Abu al-Faraj al-Masri como alvo, um alto comandante da Al-Qaeda na Síria que tinha tido vínculos com Osama Bin Laden", informou o Pentágono em comunicado.

Segundo o comunicado, os Estados Unidos "ainda" estão a "avaliar os resultados do ataque".

"A sua morte, ao confirmar-se, pode alterar e degradar a coordenação entre os líderes da Al-Qaeda e os extremistas", acrescentou a Pentágono.

Antes de confirmar que o objetivo do bombardeamento era Al-Masri, o Departamento de Defesa norte-americano já tinha informado de um ataque, depois de circularem nas redes sociais rumores de que um alto dirigente da Jabat al-Nsra (previamente afiliada à Al-Qaeda) tinha sido morto.

Segundo essas informações, distribuídas pela Jabat Fateh al-Sham (novo nome da Jabat al-Nsra), e que incluem supostas fotos do cadáver, o clérigo egípcio morreu na província síria de Idlib.

Se se confirmar a morte de Al-Masri, cujo verdadeiro nome era Ahmed Salama Mabruk, este seria um dos mais duros golpes contra a organização islamita rebelde.

Al-Masri é considerado um dos líderes da organização na Síria e um operacional próximo do mais alto cargo da Al-Qaeda, também egípcio, Ayman al Zawahiri.

Lusa

  • O perfil do homicida de Barcelos
    2:42

    País

    Adelino Gomes Briote já tinha sido condenado por ofensas à integridade física da sogra e de uma filha. Em seis meses esta foi a segunda vez que o homem acusado do quádruplo homicídio em Barcelos esteve perante a justiça.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.

  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.

  • Guerra na Síria não dá tréguas
    1:51

    Mundo

    Na Síria e ao mesmo tempo que decorrem novas negociações de paz, a guerra não dá tréguas. As imagens mostram o resultados dos últimos raides aéreos nos subúrbios de Damasco. O balanço provisório é de mais de 30 mortos e pelo menos 50 feridos.