sicnot

Perfil

Mundo

UKIP abre inquérito a agressão entre dois dos seus eurodeputados

O eurocético Partido da Independência do Reino Unido (UKIP) anunciou hoje a abertura de um inquérito ao incidente de quinta-feira entre dois dos eurodeputados do partido que levou à hospitalização de um deles, Steven Woolfe.

"Confirmo que pedi ao presidente e ao secretário do partido que conduzam um inquérito a partir do início da próxima semana para descobrir a verdade", anunciou Nigel Farage, que assume interinamente a liderança do partido desde a demissão de Diane James.

O incidente ocorreu na quinta-feira no Parlamento Europeu, em Estrasburgo, quando Woolfe caiu inconsciente, horas depois de uma altercação numa reunião de eurodeputados do UKIP.

Numa entrevista ao tabloide Daily Mail, Woolfe, 49 anos, afirmou que durante a reunião, que caracterizou como tensa, o também eurodeputado Mike Hookem, 62 anos, o agrediu fisicamente.

A tensão decorreu de Woolfe confirmar a intenção de se candidatar à liderança do partido eurocético, depois de admitir que tentou integrar as fileiras do partido conservador da primeira-ministra Theresa May, sem sucesso.

"Eu não queria andar ao murro. Disse-lhe [a Hookem] que devíamos resolver [a situação] fora da sala, porque a reunião começava a aquecer e toda a gente estava irritada, e o Mike interpretou totalmente mal o que isso significava", disse Woolfe.

"Deu-me um murro", acrescentou, afirmando que bateu com a cabeça no chão ao cair.

Mike Hookem nega esta versão, afirmando que não bateu em Woolfe e não o viu bater com a cabeça. Um amigo de Hookem disse ao jornal que a altercação entre os dois foi apenas verbal.

O presidente do Parlamento Europeu (PE), Martin Schulz, remeteu hoje o caso para o Comité Consultivo sobre a Conduta dos Deputados, considerando tratar-se de "factos extremamente graves" que o Comité deve "analisar com urgência na próxima semana".

Lusa

  • Eurodeputado britânico hospitalizado após discussão com colega

    Mundo

    O europedutado britânico Steven Woolfe do UKIP, o partido da independência do Reino Unido, foi esta manhã hospitalizado, depois de alegadamente ter sido agredido por um colega durante uma reunião no Parlamento Europeu. Um porta-voz do partido informou que o eurodeputado está "consicente e a recuperar bem".

  • Corpos das vítimas do acidente aéreo chegaram a Chapecó

    Acidente aéreo na Colômbia

    Chegaram esta manhã a Chapecó, no sul do Brasil, os corpos das vitimas do acidente aéreo que causou a morte de boa parte da equipa de futebol chapecoense. Depois da cerimónia no aeroporto, vai haver um velório coletivo no estádio do clube. A SIC Notícias está direto do aeroporto Chapecó. A correspondente da SIC no Brasil, Ivani Flora, está no aeroporto a acompanhar as cerimónias. O Presidente Michel Temer e outras personalidades do estado brasileiro prestam homenagem às vítimas.

    Direto

  • Ronaldo terá colocado milhões de euros nas Ilhas Virgens britânicas
    4:15

    Desporto

    José Mourinho e Cristiano Ronaldo são apenas dois dos nomes da maior fuga de informação na história do desporto. A plataforma informática Football Leaks forneceu milhões de documentos à revista alemã Der Spiegel, entre os quais documentos que indicam que o capitão da seleção nacional terá colocado milhões de euros da publicidade nas Ilhas Virgens britânicas. Os dados foram analisados por um consórcio de 60 jornalistas, do qual o Expresso faz parte, numa investigação que pode ler este sábado no semanário.

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.