sicnot

Perfil

Mundo

Polícia grega escolta crianças refugiadas à escola devido a protesto de pais

© Reuter

A polícia de uma aldeia do norte da Grécia teve de escoltar crianças refugiadas até à escola devido a um protesto de pais contra um programa nacional de educação de migrantes menores.

Cerca de 100 polícias formaram um corredor para permitir a chegada segura de cerca de 40 crianças sírias e afegãs à escola de Profitis, uma aldeia poucos quilómetros a norte de Salónica, segundo um jornalista da agência France-Presse no local.

Um número semelhante de pais, que pouco antes tinha fechado a cadeado o portão da escola, protestava brandindo bandeiras gregas e gritando insultos aos dirigentes escolares locais.

"As nossas crianças vão ser violadas e, depois, quem assume a responsabilidade?", gritou um pai.

"Disseram-nos que estas crianças foram vacinadas, mas não acreditamos neles", disse outro.

Cerca de 1.500 crianças refugiadas começaram hoje a ir às aulas em 20 escolas de toda a Grécia, no primeiro dia de um programa do Ministério da Educação que prevê incluir a 10.000 refugiados e migrantes menores até ao final do mês de outubro.

A polícia informou que não houve incidentes semelhantes noutras escolas incluídas no programa, nomeadamente em Atenas e arredores e em Salónica e arredores.

Segundo as autoridades, todas as crianças que participam no programa foram vacinadas.

Lusa

  • As vantagens de comprar online
    8:03
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Filho de Trump critica mayor de Londres por palavras de 2016

    Ataque em Londres

    Donald Trump Júnior criticou o presidente da Câmara de Londres logo a seguir ao ataque de quarta-feira que fez três mortos e mais de 40 feridos. O filho de Presidente publicou no Twitter uma reação a uma declaração de Sadiq Khan de setembro de 2016. Para o Presidente dos EUA, o ataque em Londres é "uma grande notícia".

  • Marcelo reuniu-se com líderes europeus para falar do futuro da UE
    2:31

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta quarta-feira em Bruxelas e participou numa homenagem às vítimas do atentado em Bruxelas, onde colocou uma coroa de flores junto ao monumento.O Presidente da República esteve também reunido com os líderes das principais instituições europeias para falar sobre o futuro da UE.