sicnot

Perfil

Mundo

Israel barra entrada a palestinianos em antecipação ao feriado do Yom Kippur

© Baz Ratner / Reuters

As autoridades israelitas bloquearam o acesso de palestinianos a Israel, a partir dos territórios ocupados da Cisjordânia e da Faixa de Gaza, em antecipação ao feriado judaico do Yom Kippur, que começa hoje à noite.

Este tipo de medida costuma ser aplicada durante os mais importantes feriados judaicos, mas as forças de segurança israelitas estão num estado especial de prontidão devido a um ataque armado palestiniano em Jerusalém, no passado domingo, que vitimou duas pessoas.

Milhares de judeus visitam o Muro das Lamentações, na Cidade Velha de Jerusalém, durante o Yom Kippur (Dia do Perdão), que termina na noite de quarta-feira. Nos feriados judaicos a celebração de um dia religioso começa no pôr-do-sol do dia anterior.

O fecho da fronteira, que estará em vigor hoje e quarta-feira, aplica-se apenas a palestinianos e não aos cerca de 400 mil colonos israelitas que vivem na Cisjordânia

A Faixa de Gaza está permanentemente sob bloqueio de Israel, ainda que as autoridades autorizem a passagem excecional de pessoas por motivos de trabalho ou por questões médicas.

Os casos de urgência médica ou humanitária serão autorizados a passar mesmo durante o feriado, anunciou o exército israelita.

Mais de 3 mil polícias serão mobilizados para Jerusalém durante o Yom Kippur.

Entretanto, o exército de Israel anunciou ter demolido a casa de um palestiniano na Cisjordânia depois de este ter sido condenado a prisão perpétua pelo assassínio de um casal israelita, em frente aos filhos, há um ano.

A casa de Amjad Aliwi, um apartamento na cidade de Nablus, foi destruída com explosivos durante a noite.

O exército israelita indicou que Aliwi formava parte de uma célula do Hamas responsável pelo planeamento e execução do ataque de 01 de outubro do ano passado, contra um casal de colonos da Cisjordânia.

O assassínio do casal marcou o início de uma onda de ataques armados de palestinianos que dura há mais de um ano.

Lusa

  • Não há risco de colapso do viaduto de Alcântara
    1:35

    País

    O desvio de um pilar do viaduto de Alcântara obrigou esta quarta-feira ao corte do trânsito e da circulação de comboios da linha de Cascais. O estrago terá sido provocado por um camião que embateu na estrutura. A circulação ferroviária foi retomada a meio da manhã, mas o viaduto só será reaberto esta quinta-feira.

  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Romeu e Julieta nasceram no mesmo dia e no mesmo hospital

    Mundo

    Na Carolina do Sul, nos EUA, dois bebés tinham o parto marcado para 26 de março mas decidiram nascer mais cedo: exatamente no mesmo dia, apenas com uma diferença de 18 horas. Os pais não se conheciam e, curiosamente, deram o nome aos recém nascidos de Romeo e Juliet (em português, Romeu e Julieta).

  • Gelo nos polos recua para recordes mínimos

    Mundo

    A extensão de gelo polar dos oceanos Ártico e Antártico atingiu recordes mínimos a 13 de fevereiro, perdendo o equivalente a uma área maior do que o México, informou esta quarta-feira a agência espacial norte-americana NASA.

  • Túmulo de Jesus Cristo restaurado

    Mundo

    Após 10 meses de obras de restauro, o túmulo onde Jesus Cristo terá sido sepultado foi esta quarta-feira revelado numa cerimónia na igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém.