sicnot

Perfil

Mundo

Secretário da Segurança do Rio de Janeiro demite-se após confrontos em favela

O secretário da Segurança do estado do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, criador do plano de pacificação das favelas, pediu esta terça-feira a demissão depois de confrontos na favela do Pavão-Pavãozinho em que morreram três pessoas.

Imagens transmitidas pelas televisões brasileiras mostraram que durante os confrontos, durante uma operação policial, de que resultaram também oito feridos, o bairro de Copacabana ficou sob fogo cruzado.

Moradores relataram em vídeos publicados nas redes socais que o medo espalhou-se para outras áreas da zona Sul do Rio de Janeiro.

José Mariano Beltrame deverá deixar o cargo de secretário da Segurança depois da segunda volta das eleições municipais, marcadas para 30 de outubro.

Oficial da Polícia Federal, José Mariano Beltrame foi o secretário de Segurança a permanecer mais tempo em funções no estado do Rio de Janeiro.

No cargo desde janeiro de 2007, Beltrame foi responsável pela implantação do projeto de Polícia Pacificadora nas principais favelas do Rio de Janeiro.

Lusa

  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.