sicnot

Perfil

Mundo

UNICEF vai vacinar 41 milhões de crianças na região da Nigéria contra a poliomielite

A UNICEF está a realizar uma campanha de imunização contra a poliomielite na região da bacia do Lago Chade, em que vacinará mais de 41 milhões de crianças para combater o recente surto da doença no nordeste da Nigéria.

Em comunicado divulgado esta quarta-feia, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) explicou que a situação naquela região é preocupante devido ao grande número de pessoas (2,6 milhões) que se deslocam por causa do conflito, o que aumenta o risco de propagação do vírus.

A campanha de vacinação permitirá igualmente identificar casos de subnutrição aguda severa, refere o documento.

"As populações em fuga ao conflito estão em movimento dentro desta sub-região, aumentando as preocupações de que o vírus possa propagar-se para além das fronteiras", lê-se no comunicado.

Segundo a organização, há quase 39.000 profissionais de saúde destacados na Nigéria e nos países vizinhos -- Chade, Níger, Camarões e República Centro-Africana -- para distribuir vacinas em zonas de elevado risco de propagação do vírus, durante cinco rondas coordenadas desta campanha de vacinação em cinco países.

A UNICEF está a fornecer as vacinas e a sensibilizar o público através de campanhas maciças na comunicação social e de iniciativas de mobilização das populações.

"O reaparecimento da poliomielite, depois de dois anos sem casos registados, é uma grande preocupação numa zona que já se encontrava no meio de uma crise," afirmou Manuel Fontaine, Diretor Regional da UNICEF para a África Central e Ocidental.

"A escala da nossa resposta reflete essa mesma urgência: não podemos permitir que a pólio se propague", vincou.

A agência especializada da ONU indicou que "o atual conflito já levou à deslocação de 2,6 milhões de pessoas, dizimou serviços de saúde e deixou mais de quatro milhões de pessoas no nordeste da Nigéria afetadas por esta crise e por níveis de emergência de insegurança alimentar".

"Nos três estados mais gravemente afetados, 400.000 crianças irão sofrer de subnutrição aguda severa durante este ano", sublinhou.

Em algumas zonas de Borno, as equipas de vacinação estão a efetuar um rastreio simultâneo para identificar casos de subnutrição aguda severa em crianças menores de cinco anos e encaminhá-las para programas de tratamento.

As conclusões das primeiras rondas deste rastreamento confirmaram taxas elevadas de subnutrição aguda severa, segundo a UNICEF.

"Há crianças a morrer e vão perder-se vidas muito jovens se não aumentarmos a nossa resposta," alertou Manuel Fontaine.

"Através da iniciativa de vacinação contra a pólio, podemos proteger mais crianças do vírus e, ao mesmo tempo, estamos também a chegar a crianças que precisam de tratamento para a má nutrição", referiu o responsável.

A terceira ronda da atual campanha de vacinação decorre entre 15 e 18 de outubro, e já estão agendadas novas rondas para novembro e dezembro próximos.

A campanha de imunização contra a poliomielite está a ser levada a cabo pelos Governos nacionais com o apoio da UNICEF, da Organização Mundial da Saúde, da Rotary Internacional, dos Centros de Controlo e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos e da Fundação Bill & Melinda Gates.

Lusa

  • Militar ferido com gravidade em acidente com Pandur
    1:19

    País

    O acidente em Vila Real que envolveu uma viatura militar fez três feridos. Uma das vítimas ficou em estado grave e teve de ser transportada de helicóptero para o Hospital Santo António do Porto. O militar ficou encarcerado no veículo blindado, o que dificultou os trabalhos de socorro.