sicnot

Perfil

Mundo

Vaticano alerta para medo crescente que ameaça valores europeus

O secretário de Estado do Vaticano alertou esta quarta-feira, em Lisboa, para "o medo crescente" que ameaça "os valores sobre os quais foi construída" a Europa e a União Europeia, marcada pela "falta de missão e de esperança".

"Os ataques terroristas de matriz islâmica" em Espanha, no Reino Unido, em França e na Bélgica "desencadearam um curto-circuito do medo", demonstrando a necessidade de uma "melhor coordenação europeia em matéria de segurança", afirmou o cardeal Pietro Parolin, na conferência que proferiu sobre "A Identidade Europeia".

O secretário de Estado do Vaticano considerou que faz "falta uma Europa forte" na construção e manutenção da paz, na oposição ao tráfico de armas e no diálogo e intervenção humanitária para pôr fim aos conflitos.

"Diante das crises geopolíticas em curso, a UE não consegue falar eficazmente a uma só voz", declarou Parolin, referindo-se à recessão económica, crise migratória ou à "terceira guerra mundial aos pedaços", identificada pelo papa Francisco, com os conflitos na Síria, Iraque, Líbia, Somália ou no sul da Ucrânia.

É fundamental "regressar às raízes cristãs sobre as quais a história da Europa se desenvolveu", declarou.

No final da conferência, perante uma sala cheia na Universidade Católica Portuguesa, o cardeal-patriarca de Lisboa Manuel Clemente destacou o papel da Igreja e da universidade no desenvolvimento da Europa "enquanto sentimento e pensamento".

O cardeal Pietro Parolin segue para Fátima, que vai visitar pela primeira vez e onde vai presidir até quinta-feira à peregrinação internacional aniversária de Fátima.

Em agosto de 2013, o papa Francisco nomeou o ex-núncio na Venezuela e arcebispo Pietro Parolin como responsável da Secretaria de Estado do Vaticano.

O anúncio da nomeação de Pietro Parolin como cardeal aconteceu a 12 de janeiro de 2014 e a 22 de fevereiro do mesmo ano foi feito cardeal, no primeiro consistório ordinário do papa Francisco.

Pietro Parolin licenciou-se, em 1986, na academia que forma os diplomatas do Vaticano e começou a trabalhar nas nunciaturas, primeiro na Nigéria e depois no México, até 1992, quando regressou a Roma para integrar a Secretaria de Estado do cardeal Angelo Sodano (1991-2006).

Em 2002, foi nomeado subsecretário para as Relações com os Estados ("ministério dos negócios estrangeiros") e, em 2009, o papa emérito Bento XVI escolheu Parolin como núncio na Venezuela, numa tentativa de melhorar as relações com o então presidente Hugo Chavez e a hierarquia católica.

Lusa

  • Buscas no Benfica, P. Ferreira, V. Setúbal e Desportivo das Aves

    Desporto

    A Polícia Judiciária do Porto está a fazer buscas à SAD do Benfica, no Estádio da Luz, e ainda ao Paços de Ferreira, Desportivo das Aves e Vitória de Setúbal. Em causa estão alegados crimes de corrupção desportiva e fraude fiscal. O clube da Luz já reagiu em comunicado.

    Em atualização

  • Sousa Cintra e Comissão de Gestão analisam futuro do Sporting
    2:37

    Crise no Sporting

    Sousa Cintra reuniu-se hoje com a Comissão de Gestão para analisar o que fazer no Sporting, depois da tomada de posição de Bruno de Carvalho. O presidente que foi destituído do cargo na Assembleia Geral de sábado, depois de dizer que se ia afastar, deixou depois a garantia de que vai impugnar a reunião magna do clube e vai a eleições.

  • Lei que permite a entrada de animais em espaços de restauração gera dúvidas
    2:23

    País

    A lei que permite a entrada de animais de companhia em estabelecimentos de restauração, que entrou hoje em vigor, está a gerar dúvidas para os proprietários. Até ao momento são poucos os estabelecimentos que aderiram e a previsão é para que assim continue. A DECO questionou 1800 pessoas sobre a presença dos animais nos restaurantes e apenas 25% votou a favor.

  • "Isto é a demagogia à solta"
    0:45

    Opinião

    Quem o diz é Luís Marques Mendes a propósito da aprovação esta semana da lei do CDS-PP que elimina o adicional do imposto sobre os combustíveis. O comentador da SIC critica a oposição por ter levado a votação uma lei inconstitucional e acusa ainda os parceiros de Governo de deslealdade. 

    Luís Marques Mendes

  • Gato reencontra dono 10 anos depois de ter desaparecido

    Mundo

    A Blue Cross recolheu no mês passado um gato que tinha sido dado como desaparecido em 2008, num altura em que o dono Mark Salisbury residia em Ipswich, Suffolk, no Reino Unido. Graças ao microchip de Harry, a associação britânica que se dedica à proteção animal, conseguiu localizar Salisbury, que agora vive em Gloucestershire.