sicnot

Perfil

Mundo

Libertadas 21 raparigas do grupo raptado pelo Boko Haram em 2014

© Afolabi Sotunde / Reuters

Um grupo de 21 raparigas raptadas pelo Boko Haram em 2014 foi hoje libertado, anunciou uma fonte oficial do Governo da Nigéria. O grupo radical islâmico raptou mais de 270 raparigas alunas de uma escola na cidade de Chibok. O rapto tem sido alvo de condenação internacional.

A campanha pela libertação das jovens raptadas pelo Boko Haram teve um alcance global, com a ajuda das redes sociais e do hashtag #BringBackOurGirls (Tragam as nossas raparigas de volta).

As jovens foram "trocadas por quatro prisioneiros do Boko Haram esta manhã", na região de Banki, na fronteira com os Camarões, confirmou uma fonte local à agência France Presse.

A fonte que anunciou hoje a libertação de 21 raparigas do grupo raptado pelo Boko Haram quis manter o anonimato e o Governo nigeriano não divulgou ainda qualquer comunicado com esta informação.

No total, o Boko Haram raptou 276 estudantes de uma escola em Chibok na noite de 14 de abril de 2014, tendo 57 conseguido fugir pouco tempo depois.

Segundo os jihadistas, dezenas das raparigas raptadas já morreram em consequência de bombardeamentos governamentais.

Boko Haram divulga vídeo com raparigas raptadas em 2014

(Agosto de 2016)

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.

  • Temperaturas negativas em várias zonas do país nos próximos dias
    1:57

    País

    O frio vai começar a fazer-se sentir nos próximos dias com as temperaturas a descerem para valores negativos em várias zonas do país. Em Lisboa, cinco estações de metro vão estar abertas durante a noite para albergar os sem-abrigo que também vão receber agasalhos e refeições quentes.

  • Medalha idêntica à de Anne Frank encontrada em campo nazi

    Mundo

    Um grupo de investigadores encontrou uma medalha praticamente igual à de Anne Frank, nas escavações ao campo nazi de extermínio Sobibor, na Polónia. Os especialistas do Memorial do Holocausto Yad Vashem em Israel acreditam que a medalha pertencia a Karoline Cohn, que pode ter conhecido Anne Frank.