sicnot

Perfil

Mundo

Castelo do Drácula no Airbnb para a noite de Halloween

O Castelo do Drácula, na Transilvânia, vai receber hóspedes na noite de Halloween pela primeira vez desde 1948. A iniciativa, única para a noite de 31 de outubro, resulta de uma parceria do Airbnb e do atual dono do castelo.

O concurso do Airbnb desafia os participantes a puxar pela sua "inspiração vampiresca" e escrever o que diriam ao conde Drácula se o conhecessem.

O casal vencedor voará para o Castelo Bran, nos Montes Cárpatos da Roménia, onde jantará e dormirá em caixões forrados de veludo vermelho, tal como fazia Drácula na história de horror de Bram Stoker. Mas também existem camas, no caso de os caixões serem demasiado tétricos e assustadores.

O Castelo Bran é famoso pela lenda criada à volta do conde Vlad, um príncipe que ali habitou no século XV e tinha o hábito cruel de empalar as suas vítimas. Foi ele quem serviu de inspiração a Bram Stoker para a criação do conde Drácula.

Hoje em dia, é uma das maiores atrações turísticas da Roménia, com mais de 630 mil visitantes por ano. O evento de uma noite terá como anfitrião um descendente de Bram Stoker, Dacre Stoker.

"Quero aliar a realidade à lenda neste maravilhoso local que deu origem a tudo", disse Dacre Stoker à Associated Press.

Stoker interpretará Jonathan Harker, a personagem da história que encontra o Drácula no castelo. Quando os visitantes chegarem numa carruagem conduzida por cavalos, serão recebidos por Jonathan Harker que lhes dirá as mesmas palavras com que o Drácula recebia as suas visitas:

"Seja bem vindo à minha casa. Entre livremente, parta são e salvo e deixe aqui um pouco da felicidade que traz!"

O casal vencedor fará uma visita ao castelo e jantará à luz das velas. A refeição será igual à que é descrita no livro.

As regras para passar a noite no Castelo do Drácula são simples: não levar alho nem joias de prata. E mais um lembrete: "O conde não gosta nada de fotografias ao espelho".

O Castelo Bran foi construído como fortificação militar, estrategicamente colocado no local que liga a Transilvânia ao sul da Roménia. O conde Vlad Tepes não foi seu proprietário, mas utilizava-o nas suas incursões na Transilvânia. Diz-se também que ali esteve preso durante dois meses em 1462 quando foi capturado pelo rei húngaro rival.

Vlad empalava as suas vítimas como castigo e eram sobretudo os habitantes mais velhos os escolhidos, como vinganças pelas mortes do seu pai e do irmão.

No final da I Guerra Mundial, o castelo foi oferecido à Rainha Maria pelo seu papel na unificação da Transilvânia com o resto da Roménia. Foi deixado em testamento à filha mais nova, a princesa Ileana, a quem os comunistas retiraram a propriedade em 1948.

Em 2006, o castelo foi devolvido ao filho de Ileana, Dominic Hapsburg, arquiteto nova-iorquino. Atualmente é um local para eventos e ninguém passou lá uma noite desde que Hapsburg e a família foram exilados da Roménia.

airbnb

  • Mais três pessoas retiradas com vida do hotel soterrado pela neve em Itália 

    Mundo

    As equipas de socorro retiraram, durante a madrugada, mais três sobreviventes dos escombros do hotel devastado na quarta-feira por uma avalancha no centro de Itália, após terem salvado na sexta-feira quatro crianças e uma mulher.Os bombeiros anunciaram hoje ter retirado, do que resta do hotel soterrado pela neve, duas mulheres e um homem por volta das 03:00 (02:00 em Lisboa).

  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.