sicnot

Perfil

Mundo

Ministro da Defesa francês avisa que batalha por Mossul pode prolongar-se "por meses"

Reuters

O ministro da Defesa francês, Jean-Yves Le Drian, avisou hoje que a batalha para retomar a cidade iraquiana de Mossul aos 'jihadistas' do Estado Islâmico (EI) pode prolongar-se por meses.

Pode ser uma longa batalha, não se trata de uma 'guerra-relâmpago'...", disse aos jornalistas em Paris um dia após o início da ofensiva. "É uma cidade de 1,5 milhões de habitantes, é portanto um caso de longa duração, diversas semanas, talvez meses", assinalou.

O ministro insistiu na importância para a coligação internacional, designadamente a França, em apoiar as forças iraquianas para a retoma do bastião 'jihadista'.

"É o núcleo do nosso inimigo. Foi a partir de Mossul e de Raqa (na Síria) que fomentaram os atentados de que fomos vítimas, e que se fomentam outras ações", disse.

"Assim, é preciso atingir no coração. É o que vão fazer os iraquianos com o apoio da coligação", reforçou.

A ofensiva sobre Mossul, há muito aguardada, foi desencadeada na segunda-feira e envolve 30.000 homens na maior operação militar no Iraque desde a retirada das tropas norte-americanas em 2011.

Os militares norte-americanos, que lideram uma coligação que fornece apoio aéreo, também avisaram que a batalha será longa e difícil.

Na quinta-feira está agendado para Paris um encontro sobre o futuro de Mossul por iniciativa do ministro francês dos Negócios Estrangeiros, Jean-Marc Ayrault, enquanto os 13 ministros da Defesa da coligação, incluindo o norte-americano Ashton Carter, se reúnem na terça-feira seguinte, também na capital francesa, para avaliar os progressos na frente militar.

  • As crianças e o frio. O que vestir
    1:58

    País

    O médico Pedro Ribeiro da Silva, da Direção-Geral da Saúde, aconselha especial cuidado com as extremidades do corpo - usar luvas e gorros. E demasiado agasalhadas pode levá-as a transpirar mais e, consequentemente, desidratar.

  • Mortágua acusa PSD de andar a brincar com a vida das pessoas
    0:47

    Opinião

    No Esquerda/Direita da SIC Notícias, António Leitão Amaro reafirmou ontem à noite que o PSD não é contra o aumento do salário mínimo mas contra a descida da TSU. Já Mariana Mortágua acusou os sociais-democratas de andar a brincar com a vida dos portugueses.

  • Pelo menos 30 mortos e 75 feridos em incêndio e derrocada de edifício em Teerão

    Mundo

    Pelo menos 30 bombeiros morreram esta quinta-feira e cerca de 75 pessoas ficaram feridas em Teerão, quando um edifício de 17 andares ruiu depois de ser consumido pelas chamas, noticiaram os meios de comunicação estatais iranianos. O edifício "Plasco" situa-se no centro da capital iraniana, a norte da zona do mercado.

    Em desenvolvimento

  • Os finalistas do Carro do Ano 2017 são...
    0:53

    Economia

    São sete os escolhidos pelos jurados do Carro do Ano, iniciativa do Expresso e da SIC Notícias. À final chegaram o Citroen C3 Pure Tech, o Hyundai IONIQ Hybrid Tech, da Kia o novo modelo Optima Sportwagon 1.7 CRDi GT Line, o Peugeot 3008 Allure 1.6 BlueHdi, o Renault Mégane Sport Tourer Energy dCI, o SEAT Ateca 1.6 TDI CR Style e ainda o Volvo V90.