sicnot

Perfil

Mundo

Socialistas espanhóis decidem no domingo se mantêm ou não veto a Rajoy

"Temos de escolher entre a abstenção e as eleições. É isto que devemos discutir", declarou Javier Fernandez, presidente da comissão que assegura interinamente a direção do PSOE.

© Sergio Perez / Reuters

Os socialistas espanhóis anunciaram esta terça-feira que decidirão no domingo se permitem que a direita governe ou se mantêm o seu veto, o que conduzirá a novas eleições em dezembro, as terceiras legislativas num ano.

O comité federal, "parlamento" do Partido Socialista (PSOE) composto por cerca de 300 elementos, reunir-se-á no domingo na sede do partido em Madrid para tomar essa decisão, confirmaram à agência France Presse duas fontes socialistas.

Divididos, os socialistas deverão decidir se vários eleitos do seu grupo parlamente se devem abster durante uma votação para permitir ao chefe do governo cessante, o conservador Mariano Rajoy, permanecer no poder ou manter o seu veto contra a direita.

Se nenhum novo chefe de governo tomar posse até 31 de outubro, o parlamento espanhol será dissolvido e novas legislativas, as terceiras no prazo de um ano, realizar-se-ão em princípio a 18 de dezembro.

"Temos de escolher entre a abstenção e as eleições. É isto que devemos discutir", declarou hoje Javier Fernandez, presidente da comissão que assegura interinamente a direção do PSOE.

O Partido Popular (PP) de Mariano Rajoy, primeira força no parlamento mas sem maioria absoluta desde as legislativas de dezembro de 2015, não conseguiu encontrar aliados para formar um novo governo e há 10 meses que gere os assuntos correntes.

Os conservadores esperam que o PSOE ceda após a saída a 1 de outubro do seu antigo secretário-geral Pedro Sanchez, partidário do "não" custe o que custar. Sanchez foi afastado pelos que defendem uma abstenção.

Lusa

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.