sicnot

Perfil

Mundo

Agência espacial russa perde contacto com nave de carga não tripulada

(Arquivo)

© NASA NASA / Reuters

A agência espacial russa Roskosmos anunciou esta quinta-feira que perdeu o contacto com uma nave de carga não tripulada que ia reabastecer a Estação Espacial Internacional (EEI), logo após ter sido lançada do cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão.

"Perdemos o contacto 383 segundos após a descolagem do lançador Soyuz com a nave espacial de carga Progress MS-04", anunciou a Roskosmos num comunicado, acrescentando que os especialistas estão a tentar perceber a origem do problema.

A chegada da Progress MS-04, que transporta uma carga de cerca de 2,4 toneladas de água, alimentação, combustível e equipamento para a EEI tinha sido prevista para as 16:43 GMT de sábado (mesma hora em Lisboa).

Em abril de 2015, a perda de uma nave Progress provocou uma profunda crise na indústria espacial russa, levando a Rússia a suspender todos os seus voos espaciais durante cerca de três meses.

A nave de carga perdeu o contacto com a Terra antes de se desintegrar na atmosfera. O falhanço, que os russos atribuíram a uma avaria no lançador Soyuz, obrigou um grupo de astronautas a passar mais um mês a bordo da estação de pesquisa espacial.

A atual equipa da EEI é constituída pelo francês Thomas Pesquet, os norte-americanos Peggy Whitson e Shane Kimbroughet, bem como os russos Oleg Novitski, Serguei Ryjikov e Andrei Borissenko.

Lusa

  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".