sicnot

Perfil

Mundo

Obama oferece a Merkel toda a ajuda dos EUA para investigar atentado em Berlim

© Jonathan Ernst / Reuters

O Presidente norte-americano, Barack Obama, ofereceu esta terça-feira à chanceler alemã, Angela Merkel, todo o apoio dos Estados Unidos para investigar o atentado terrorista de segunda-feira em Berlim, no qual morreram 12 pessoas.

Em comunicado, o Governo alemão informou que Obama deu as condolências a Merkel pelo ataque contra um dos mercados de Natal do centro da capital, Berlim, no qual um camião atropelou dezenas de pessoas, matando 12 delas e ferindo outras 48.

No telefonema a Merkel, Obama pediu à chanceler que desse os seus pêsames aos familiares das vítimas e desejou uma rápida recuperação aos feridos.

Numa declaração oficial já esta terça-feira, Merkel confirmou que tudo aponta para um atentado terrorista e rejeitou a ideia de o povo alemão viver "paralisado pelo medo ao mal" na sequência de um ataque que considerou "especialmente repugnante" caso se confirme que foi cometido por uma pessoa que pediu asilo na Alemanha.

Lusa

  • Primeiras projeções dão vitória a Angela Merkel

    Mundo

    A CDU da chanceler Angela Merkel venceu as eleições legislativas deste domingo com 33,5% dos votos, seguida dos sociais-democratas do SPD e do partido Alternativa para a Alemanha, de extrema-direita, segundo uma sondagem divulgada pela televisão pública ZDF.

  • Maratona da democracia em Barcelona
    1:18

    Mundo

    Na Catalunha, milhares de pessoas alimentam o braço de ferro com Madrid. Em Barcelona decorre a maratona pela democracia, na Praça da Universidade. A iniciativa repete-se noutros 300 municípios da região.

  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.