sicnot

Perfil

Mundo

Cruz Vermelha confirma fim da retirada de civis e combatentes em Alepo

© Ammar Abdullah / Reuters

O Comité Internacional da Cruz Vermelha (CICV) confirmou esta sexta-feira o fim da operação de retirada de civis e combatentes do leste da cidade síria de Alepo, de onde saíram 35.000 pessoas, segundo os seus registos.

A operação foi concluída na noite de quinta-feira e entre as pessoas retiradas há 100 feridos e doentes graves, segundo um comunicado do Comité Internacional da Cruz Vermelha.

Estas pessoas foram retiradas com a ajuda do Comité Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho Sírio (SARC) e levadas para zonas rurais da província de Alepo.

"A nossa prioridade, além de ajudar os mais vulneráveis, foi garantir que os civis saíam por sua livre vontade", disse a diretora da delegação do Comité Internacional da Cruz Vermelha, Marianne Gasser.

"Há comunidades cujos bairros foram devastados pela violência e famílias que lutaram durante meses para encontrar segurança, alimentação, assistência médica e um refúgio adequado. Eles pareciam desesperados para sair, embora a situação fosse extremamente dolorosa e confusa", acrescentou.

Devido às baixas temperaturas, as pessoas começaram a queimar tudo o que encontravam, incluindo mantas e roupas, para se aquecerem enquanto esperavam, acrescentou o comunicado.

O texto refere que a retirada, iniciada na quinta-feira, esteve bloqueada várias vezes devido às negociações entre as diferentes partes no terreno e que esteve ligada a uma operação similar nas localidades de Fua e Kefraya, na província vizinha de Idleb.

Um total de 1.200 pessoas destas localidades, a maioria mulheres, menores e idosos, foram retiradas "temporariamente" em direção a Alepo, indicou o Comité Internacional da Cruz Vermelha.

"Os civis que, como estes milhares de famílias de Alepo, Fua e Kefraya, decidiram sair devem poder voltar às suas casas quando quiserem", considerou Gasser, já que, na sua opinião, muitos vão querer voltar um dia.

O Internacional da Cruz Vermelha e o Crescente Vermelho Sírio não participam nas negociações entre as partes, mas foi-lhes solicitado que atuassem como intermediários "humanitários neutros" para implementar o acordo de retirada.

Lusa

  • "Não consigo dormir" quando o Sporting não ganha
    1:10

    Desporto

    Jorge Jesus é o convidado do Alta Definição deste sábado, na SIC. Veja aqui um excerto da entrevista do treinador do Sporting a Daniel Oliveira, onde Jesus revela que, depois de um mau resultado dos leões, não consegue dormir e chega mesmo a ligar para os adjuntos durante a madrugada.

  • Madjer irrita-se com pergunta de jornalista e sai em defesa de Mahrez
    0:41

    Desporto

    A vida de jornalista nem sempre é fácil. Às vezes, as perguntas irritam os entrevistados, como foi o caso de uma que envolveu o selecionador da Argélia e antiga estrela do FC Porto, Rabah Madjer. A questão até nem era para ele, mas Madjer decidiu responder pelo jogador, Riyad Mahrez, e não foi meigo com o jornalista.

  • Imprensa espanhola revela alegado mal-estar entre Ronaldo e Sérgio Ramos
    1:34

    Desporto

    A entrevista de Cristiano Ronaldo ao jornal francês L'Équipe está a ser tema de conversa um pouco por todo o mundo, mas em Espanha a imprensa prefere centrar atenções num suposto mal-estar entre o jogador português e o capitão de equipa, Sérgio Ramos. O treinador dos merengues, Zinédine Zidane, veio a público desmentir um mau relacionamento entre os dois.