sicnot

Perfil

Mundo

3.000 polícias vigiam comboios franceses devido à ameaça terrorista

© Eric Gaillard / Reuters

Cerca de 3.000 polícias patrulham durante a época natalícia o interior de comboios em França, especialmente os de alta velocidade e os regionais de Paris, devido à ameaça terrorista 'jihadista', foi hoje divulgado.

O secretário-geral da empresa ferroviária francesa SNCF, Stéphane Volant, disse à rádio Franceinfo, que os polícias destacados podem registar a bagagem e estão apoiados por cães e detetores de explosivos e de armas.

A preocupação com a segurança dos comboios aumentou desde as notícias que informam que o tuinisino Anis Amri, suposto autor do atentado de Berlim (Alemanha), de 19 de dezembro, viajou por França antes de ser morto pela polícia de Milão, Itália, na manhã de sexta-feira.

A França mobiliza hoje de manhã, véspera de Natal, pelo menos 91.000 efetivos entre polícias e exército para prevenir ataques, confirmou também o ministro francês do Interior, Bruno Le Roux.

O governante também explicou que as autoridades francesas estão a investigar a rota seguida pelo tunisino Amri e pediu prudência perante as informações segundo as quais terá viajado de comboio por França.

No ataque de Berlim morreram 12 pessoas atropeladas por um camião.

  • Os apelos de Marcelo para a reforma do Estado
    1:36

    País

    O Presidente da República lamentou este sábado que o consenso para uma reforma do Estado seja um sonho adiado. No enceramento do congresso "Portugal no Futuro", Marcelo Rebelo de Sousa apelou a entendimentos em áreas estratégicas e defendeu que é preciso passar as palavras à ação, o quanto antes.

    Débora Henriques

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Escutas da Operação Marquês "não podem servir de prova"
    1:36

    Operação Marquês

    As defesas de José Sócrates e de Ricardo Salgado queixam-se que as escutas do processo Marquês estão infetadas por um vírus informático. Os advogados dizem que tal como estão as escutas não podem servir de prova. No entanto, o Ministério Público diz que estão reunidas as condições para começar a contar o prazo para a abertura de instrução.

    Luís Garriapa

  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Mais de 60% dos jovens não usam preservativo
    1:42
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52