sicnot

Perfil

Mundo

3.000 polícias vigiam comboios franceses devido à ameaça terrorista

© Eric Gaillard / Reuters

Cerca de 3.000 polícias patrulham durante a época natalícia o interior de comboios em França, especialmente os de alta velocidade e os regionais de Paris, devido à ameaça terrorista 'jihadista', foi hoje divulgado.

O secretário-geral da empresa ferroviária francesa SNCF, Stéphane Volant, disse à rádio Franceinfo, que os polícias destacados podem registar a bagagem e estão apoiados por cães e detetores de explosivos e de armas.

A preocupação com a segurança dos comboios aumentou desde as notícias que informam que o tuinisino Anis Amri, suposto autor do atentado de Berlim (Alemanha), de 19 de dezembro, viajou por França antes de ser morto pela polícia de Milão, Itália, na manhã de sexta-feira.

A França mobiliza hoje de manhã, véspera de Natal, pelo menos 91.000 efetivos entre polícias e exército para prevenir ataques, confirmou também o ministro francês do Interior, Bruno Le Roux.

O governante também explicou que as autoridades francesas estão a investigar a rota seguida pelo tunisino Amri e pediu prudência perante as informações segundo as quais terá viajado de comboio por França.

No ataque de Berlim morreram 12 pessoas atropeladas por um camião.

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.