sicnot

Perfil

Mundo

Turquia prendeu 1.656 utilizadores de redes sociais nos últimos seis meses

© Dado Ruvic / Reuters

O Ministério do Interior da Turquia revelou este sábado que as autoridades prenderam 1.656 pessoas nos últimos seis meses por alegado apoio a organizações terroristas ou insultos nas redes sociais, estando a investigar pelo menos outras 10 mil pessoas.

Em comunicado, o ministério explicou que foram tomadas medidas legais contra 3.710 pessoas identificadas pela polícia, acrescentando que 1.203 pessoas foram libertadas em liberdade condicional, 767 foram libertadas e 84 ainda estão detidas.

Estão também em curso investigações e procedimentos legais contra mais 10 mil pessoas denunciadas ao Ministério Público, indica a agência Associated Press.

A Turquia reprime a dissidência depois de, em julho, uma tentativa de golpe de Estado ter fracassado, originando milhares de detidos por supostas ligações a grupos proibidos.

As autoridades restringem frequentemente o acesso às redes sociais para evitar a difusão de informação considerada prejudicial para a segurança pública.

Lusa

  • UGT reivindica que salário mínimo ultrapasse os 600€
    0:26

    Economia

    O secretário-geral da UGT reivindica que até 2019 o salário mínimo nacional ultrapasse os 600 euros. Este sábado, num congresso distrital na Guarda, Carlos Silva considerou que o Governo tem condições para ir mais além e voltou a defender que para o próximo ano o patamar mínimo para a negociação deve ser os 585 euros.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Franceses em protesto contra reformas de Macron
    1:04
  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.

  • Tony Carreira em Paris com sala cheia
    2:36

    Cultura

    O cantor Tony Carreira actuou ontem em Paris e teve sala cheia a aplaudir os temas que o tornaram conhecido há quase 30 anos. As recentes acusações de plágio não parecem afectar a popularidade do artista, que vai continuar em tournée. A Sic acompanhou o artista neste concerto.