sicnot

Perfil

Mundo

Forças iraquianas e americanas intensificam ataques aéreos em Mossul

© Ammar Awad / Reuters

As forças iraquianas, apoiadas pelos Estados Unidos, intensificaram os ataques aéreos no leste de Mossul no âmbito de uma operação para recuperar esta cidade iraquiana, sob controlo do grupo extremista Daesh.

Após duas semanas de tréguas, as operações foram retomadas em força, constatou a agência de notícias Associated Press, no local.

Forças especiais de elite entraram nos bairros de Karama e Quds, enquanto tropas do exército e polícias federais avançaram nos vizinhos bairros de Intisar, Salam e Sumor.

Segundo relata a AP, o fumo causado pelas explosões é visível e as trocas de tiros audíveis por toda a cidade, sob controlo do Daesh desde o verão de 2014.

A resistência oferecida pelos militantes do Daesh, o entrincheiramento de civis em casa e o mau tempo têm retardado os avanços daquela que é a maior ofensiva militar no Iraque desde a invasão das tropas americanas, em 2003.

A operação, que dura há mais de dois meses, pretende recuperar a segunda maior cidade iraquiana, com um milhão de pessoas, e último bastião urbano do Daesh no Iraque.

Segundo as Nações unidas, cerca de 120 mil pessoas deixaram Mossul desde o início da operação levada a cabo pelas forças iraquianas e americanas, a 17 de outubro.

Com Lusa

  • Ataques do Daesh em Mossul causam 14 mortos

    Daesh

    O grupo extremista autoproclamado Estado Islâmico (EI) causou este sábado pelo menos 14 mortos, entre civis e forças militares iraquianas, em dois ataques lançados na cidade de Mossul, no norte do Iraque.

  • Vídeo da Unicef chama a atenção para o pesadelo que uma em cada quatro crianças está a viver
    1:34

    Mundo

    O vídeo tornou-se viral, nas redes sociais, e ilustra o pesadelo em que vivem 500 milhões de crianças.São crianças de Alepo (Síria), Mossul (Iraque), Iémen, Sudão do Sul, Nigéria (nordeste), Haiti. A maioria (393 milhões) é da Africa Subsariana. Todos os dias enfrentam os horrores da guerra, de conflitos e catástrofes. "Uma em cada quatro crianças estão a viver um pesadelo" é o nome da campanha.

  • Portugal com 3.ª maior dívida pública da UE

    Economia

    A dívida pública recuou, em termos homólogos, na zona euro e na União Europeia (UE), no primeiro trimestre, tendo Portugal registado a terceira maior dos 28 (130,5%), depois da Grécia e de Itália, divulga hoje o Eurostat.

  • Crianças no Daesh - 2ª Parte
    23:43
  • Montenegro e o futuro do PSD: "Não vou pedir licença para avançar"
    1:41

    País

    Luís Montenegro admite que se achar que é a pessoa ideal para a liderança do PSD, não vai pedir licença a ninguém para avançar. Em entrevista à SIC Notícias, o ex-líder parlamentar do PSD diz que está ao lado de Passos Coelho mas sublinha que é importante que haja uma clarificação na liderança do partido.

    Entrevista SIC Notícias

  • "Estes engenheiros não tiveram formação para exercer arquitetura"
    7:00

    País

    O Parlamento aprovou esta quarta-feira as propostas do PSD e do PAN para devolver aos engenheiros a possibilidade de assinarem projetos de arquitetura. Os aquitetos discordam da medida. José Manuel Pedreirinho, presidente da Ordem dos arquitetos, esteve na Edição da Noite da SIC Notícias para falar sobre o assunto.

    Entrevista SIC Notícias

  • "Foi uma grande honra ser deputado"
    1:23

    País

    Alberto Martins vai deixar a vida política, o socialista renunciou esta quarta-feira ao cargo de deputado, que ocupava há 30 anos, com algumas interrupções. Alberto Martins desempenhou funções de ministro da Reforma do Estado no segundo Governo de António Guterres, e de ministro da Justiça no segundo Executivo liderado por josé Sócrates. O socialista vai ser substituído por Hugo Carvalho.